Pelotas registra segunda morte por covid

Escute a notícia

Depois de 85 dias de luta contra o novo coronavírus, o médico José Raymundo, 70 anos, do Grêmio Esportivo Brasil, morreu nesta segunda-feira, em Porto Alegre, onde estava internado na UTI do Hospital Moinhos de Vento, e onde deu entrada m 29 de abril.

Teve uma parada cardíaca na madrugada.

O médico José Raymundo, primeiro caso oficial de infectado por covid-19 em Pelotas, esteve entubado, combatendo infecção pulmonar. É a segunda vítima por covid da cidade.

O velório foi marcado para 14h de hoje, sepultamento às 17h, no Cemitério Memorial Park Pelotas, no Capão do Leão.

Doutor pela Universidade de São Paulo (USP), José Raymundo era professor da Faculdade de Medicina da UFPel há 23 anos. Trabalhava como ortopedista e traumatologista. Foi professor no curso de medicina da Universidade Católica de Pelotas (UCPel). 

Raymundo era conhecido no mundo do futebol e um dos médicos mais respeitados da área no estado. Além do Grêmio Esportivo Brasil, trabalhou também no E.C. Pelotas e no G.A. Farroupilha. Desde 2018, coordenava o departamento médico do Brasil de Pelotas.

Raymundo testou positivo em 26 de março. Dois dias após testar positivo, foi internado no Hospital-Escola da UFPel. No dia 29 de março, acabou transferido, a pedido da família, para a instituição de saúde na capital gaúcha. 
 
O primeiro óbito foi de uma mulher de 51 anos, ocorrido no sábado (20).
José Raymundo, ao centro

Covid-19: José Raymundo foi transferido para UTI de Porto Alegre

Médico do Xavante é um dos dois contaminados de Pelotas

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.