Connect with us

Pandemia

Inter tem 4 atletas com covid

Publicado

on

O Sport Club Internacional comunica que finalizou a bateria de testes no método RT-PCR nesta terça-feira.

“Informamos que quatro atletas foram detectados com resultado positivo para coronavírus. Todos encontram-se assintomáticos e já estão afastados das atividades.

Para retornarem aos treinamentos, os jogadores positivados passarão por novas testagens.

O Clube reforça a importância dos protocolos sanitários adotados e que tais medidas de prevenção permitem manter o ambiente saudável no CT Parque Gigante”.

Publicidade
Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Especial

Comitê Covid UFPel divulga nota sobre melhora no cenário e informa sobre variante Ômicron

Publicado

on

O Comitê Interno para Acompanhamento da Evolução da Pandemia da Covid-19 da Universidade Federal de Pelotas (Comitê UFPel Covid-19) divulgou nesta segunda, 19, nota técnica sinalizando a melhora no cenário da epidemia de Covid-19 em Pelotas e analisando o surgimento da nova variante de preocupação, Ômicron.

Conforme o documento, na última semana foram registrados 314 casos novos (91 casos novos por 100 mil habitantes). Isso significa que o município passou de uma situação de alta transmissão comunitária para transmissão substancial, o que representa uma melhora do quadro sanitário. No mesmo período, também houve queda no número de óbitos e no número de internações em leitos de UTI.

A Nota Técnica também destaca a vacinação como elemento fundamental para o controle da epidemia, mas a detecção da Ômicron reforça a necessidade de manter a imunidade em altos patamares, completando a segunda dose ou terceira dose no período recomendado. Isso é necessário mesmo para aqueles que tiveram Covid-19.

“Além disso, indica que a vacina precisa ser acompanhada do engajamento da população às medidas de controle da transmissão do vírus, como o uso correto de máscaras de boa qualidade, o distanciamento físico, a ventilação cruzada nos ambientes e evitar aglomerações”, destaca o documento.

Leia abaixo a íntegra da nota e gráficos:

Nota técnica
Cenário Covid-19 em Pelotas
Pelotas, 29 de novembro de 2021

Publicidade

O Comitê UFPel Covid-19 vem por meio de nota técnica sinalizar a melhora no cenário da epidemia de Covid-19 em Pelotas e analisar o surgimento da nova variante de preocupação ômicron.

Na última semana (SE 47) foram registrados 314 casos novos (91 casos novos por 100.000 habitantes), isto significa que o município passou de uma situação de alta transmissão comunitária para transmissão substancial, o que representa uma melhora do quadro sanitário (Gráfico 1). No mesmo período, também houve queda no número de óbitos (Gráfico 2) e no número de internações em leitos de UTI (Gráfico 3).

Quanto à vacinação, até o dia 27 de novembro, aproximadamente 63% da população havia recebido o esquema completo e 44% dos adultos com mais de 60 anos, profissionais de saúde e indivíduos imunossuprimidos haviam recebido a dose de reforço.

No dia 26 de novembro, a Organização Mundial da Saúde anunciou uma nova variante de preocupação, nomeada ômicron. A ômicron foi inicialmente detectada na África do Sul, e subsequentemente em outros países como a Alemanha, Bélgica, Dinamarca, e Reino Unido. Até o momento, ainda não há registro dessa variante no Brasil.

Mutações do vírus são esperadas, principalmente em um cenário de alta transmissão e baixa taxa de vacinação. Na África apenas 7% da população conta com vacinação completa. A detecção da variante ômicron reforça a ideia de que é preciso solidariedade na distribuição mundial de vacinas, ninguém estará seguro enquanto enormes contingentes populacionais não tiverem acesso à vacina contra covid-19.

A ômicron foi classificada como variante de preocupação, assim como a delta, por possuir mutações (alterações) na parte que o vírus usa para entrar nas células humanas e causar a infecção de covid-19. Este tipo de mutação pode o aumentar sua transmissibilidade, o número de mortes entre os doentes, ou impactar na redução da eficácia das vacinas ou na imunidade conferida pela doença. É preciso acompanhar as próximas semanas para ter mais clareza sobre as características da variante ômicron.

A vacinação é elemento fundamental para o controle da epidemia, mas a detecção da ômicron reforça a necessidade de manter a imunidade em altos patamares, completando a segunda dose ou terceira dose no período recomendado. Isto é necessário mesmo para aqueles que tiveram covid-19.

Publicidade

Além disso, indica que a vacina precisa ser acompanhada do engajamento da população às medidas de controle da transmissão do vírus, como o uso correto de máscaras de boa qualidade, o distanciamento físico, a ventilação cruzada nos ambientes e evitar aglomerações. É fundamental que contatos próximos, casos suspeitos e casos confirmados façam o isolamento pelo período preconizado. As ações de vigilância epidemiológica devem ser reforçadas, ampliando a testagem e o rastreamento de contatos.

Continue Reading

Especial

População com 50 anos ou mais começa a receber dose de reforço

Imunossuprimidos, que completaram o esquema vacinal há 28 dias, também estão aptos à terceira dose e devem procurar os pontos de vacinação

Publicado

on

A semana começou com ampliação de faixa-etária para a terceira dose da vacina que protege contra a Covid-19. Nesta segunda-feira (29), pessoas com 50 anos ou mais, que tenham recebido a segunda dose do imunizante há pelo menos cinco meses, assim como imunossuprimidos, que completaram o esquema vacinal há 28 dias, passaram a receber a dose de reforço.

Na Unidade Básica de Saúde (UBS) Fraget, no Fragata, a movimentação foi intensa desde as primeiras horas da manhã. Ivaneti Lucena, 63 anos, destacou que é um alívio enorme receber a proteção e aguarda que a vacinação chegue para todos. “Estou imunizada, meus filhos já se vacinaram e agora só falta a vez das minhas netinhas”, disse. 

Erni Santos de 80 anos vacinou-se acompanhada do esposo Luiz Carlos. A aposentada afirmou que é importante seguir os cuidados, pois a pandemia continua. “Não dá para deixar de se cuidar. Se eu saio, sempre uso máscara e levo álcool gel no bolso”, reforçou. 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta sobre a importância de completar o esquema vacinal para se proteger da doença, e solicita que a população compareça aos locais onde os imunizantes estão sendo aplicados, com a documentação necessária em mãos. A mesma orientação serve para quem está com a primeira ou segunda doses em atraso.

Confira o cronograma

1ª dose

Será utilizado o imunizante disponível no momento e local. 

Publicidade

– De segunda a sexta-feira 

* Em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) – das 8h30min às 11h – exceto as unidades sentinela (UBSs Salgado Filho, PAM Fragata e CSU Cruzeiro) 

* Nas UBSs Fraget, Lindoia e Porto – das 8h30min às 15h 

* No Laboratório Municipal – das 13h30min às 17h 

* No Shopping Pelotas, loja 40, das 17 às 21h 

– Aos sábados 

* Na Escola Coronel Pedro Osório – das 10 às 15h 

Publicidade

2ª dose

– De segunda a sexta-feira 

* Em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) – das 8h30min às 11h – Astrazeneca e Pfizer – exceto as unidades sentinela (UBSs Salgado Filho, PAM Fragata e CSU Cruzeiro) 

* Nas UBSs Fraget, Lindoia e Porto – das 8h30min às 15h – Astrazeneca e Pfizer 

* No Laboratório Municipal – das 13h30min às 17h – Astrazeneca, Pfizer e CoronaVac 

* No Shopping Pelotas, loja 40, das 17 às 21h – Astrazeneca e Pfizer 

– Aos sábados 

Publicidade

* Escola Estadual Coronel Pedro Osório – das 10 às 15h – Pfizer e Astrazeneca 

3ª dose

Indicada para pessoas com 50 anos ou mais, que tenham completado cinco meses da segunda dose, e para imunossuprimidos com a segunda dose ou dose única há pelo menos 28 dias, com o atestado-padrão disponível no site da Prefeitura. A vacina utilizada será a da Pfizer. 

– Segunda a sexta-feira 

* Em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) – das 8h30min às 11h – exceto as unidades sentinela (UBSs Salgado Filho, PAM Fragata e CSU Cruzeiro). 

* Nas UBSs Fraget, Lindoia e Porto – das 8h30min às 15h 

* No Laboratório Municipal – das 13h30min às 17h 

Publicidade

* No Shopping Pelotas, loja 40, das 17 às 21h 

– Sábado 

* Escola Estadual Coronel Pedro Osório – das 10 às 15h 

Profissionais de Saúde com registro no Conselho de Classe e profissionais de Saúde da área de apoio. 

– Segunda a sexta-feira 

* No Laboratório Municipal – das 13h30min às 17h 

* No Shopping Pelotas, loja 40, das 17 às 21h

Publicidade
Vacinação para viajantes

A Prefeitura de Pelotas, baseada no Informe Técnico nº 12 da Secretaria Estadual da Saúde e na Nota Técnica nº 55 do Ministério da Saúde, antecipou a aplicação da segunda ou terceira dose das vacinas disponíveis para pessoas que viajarão para fora do país, a trabalho ou estudo, com a devida comprovação. O Laboratório Municipal e o Shopping Pelotas são os locais preferenciais a serem procurados pelos viajantes para proceder a aplicação. 

Veja os endereços dos pontos de vacinação

Centro de Eventos – entrada pela avenida Pinheiro Machado, 3.390

Escola Coronel Pedro Osório – rua General Osório, 818 – Centro 

Laboratório Municipal – rua Lobo da Costa, 1.774 – Centro 

Shopping Pelotas – avenida Ferreira Viana, 1.526 – Areal 

UBS Arco-Íris – avenida Pery Ribas, 523 – Três Vendas 

UBS Areal I – rua Apolinário de Porto Alegre, 290 – Areal 

Publicidade

UBS Areal Fundos – avenida Domingos José de Almeida, 4.265 – Areal 

UBS Barro Duro – praça Aratiba, 12 – Laranjal 

UBS Bom Jesus – avenida Itália, 350 – Areal 

UBS Caic – avenida Leopoldo Brod, 3.220 – Pestano 

UBS Cascata – estrada Cascatinha 1, s/n – 5º distrito 

UBS Cerrito Alegre – estrada Cerrito Alegre, s/n – 3º distrito 

UBS Cohab Guabiroba – rua Doutor Arnaldo da Silva Ferreira, 352 – Fragata 

Publicidade

UBAI Lindoia – avenida Ernani Osmar Blaas, 344 – Três Vendas 

UBS Cohab Pestano – avenida Leopoldo Brod, 2.297 – Pestano 

UBS Cohab Fragata – rua Paulo Simões Lopes, 230 

UBS Colônia Maciel – acesso Colônia Maciel, s/n – 8º distrito 

UBS Colônia Osório – 4º distrito 

UBS Colônia Triunfo – Colônia Triunfo, s/n – 8º distrito 

UBS Colônia Z-3 – rua Rafael Brusque, 147 – Laranjal 

Publicidade

UBS Corrientes – BR-116 

UBS Cordeiro de Farias – 5º distrito 

UBS CSU Areal – rua Guararapes, 50 A – Areal

UBS Dom Pedro l – rua Ulisses Batinga, 749 – Fragata 

UBS Dunas – avenida Ulysses Silveira Guimarães (avenida Um), s/n – Areal 

UBS Fátima – rua Baldomero Trápaga, 480 – São Gonçalo 

UBS Fraget – rua Três, 81 – Vila Real/Fragata 

Publicidade

UBS Getúlio Vargas – rua Sete, 184 – Getúlio Vargas 

UBS Grupelli – 7º distrito 

UBS Jardim de Allah – avenida Fernando Osório, 7.430 

UBS Laranjal – rua São Borja, 683 – Laranjal 

UBS Leocádia – rua David Canabarro, 890 – Areal 

UBS Monte Bonito – 9º distrito 

UBS Navegantes – rua Dona Darcy Vargas, 212 – Porto 

Publicidade

UBS Obelisco – rua Doutor Francisco Ribeiro Silva, 505 – Areal 

UBS Osório (Loteamento) – rua Barão de Mauá, 217 

UBS Pedreiras – 9º distrito 

UBS Posto Branco (anexo Vila Princesa) – Estrada Porto Alegre antiga, Granja Retiro, s/n 

UBS Porto/Puericultura – rua Doutor João Pessoa, 240 – Centro 

UBS Py Crespo – rua Marquês de Olinda, 1.291 – Três Vendas 

UBS Sanga Funda – avenida Engenheiro Ildefonso Simões Lopes, 5.025 – Três Vendas 

Publicidade

UBS Sansca/Vila Castilho – rua Doutor Amarante, 919 – Centro 

UBS Santa Silvana – Colônia Santa Silvana, s/n – 6º distrito

UBS Santa Terezinha – rua São Miguel, 5 – Três Vendas

UBS Simões Lopes – avenida Viscondessa da Graça, 107 – Centro 

UBS Sítio Floresta – rua Ignácio Teixeira Machado, 299 – Sítio Floresta

UBS União de Bairros – rua 1, s/n – Loteamento dos Municipários 

UBS Vila Municipal – rua Luciano Galleti, 600 – Três Vendas 

Publicidade

UBS Vila Nova – 7º distrito – Vila Nova 

UBS Vila Princesa – rua Quatro, 3.205 – Três Vendas 

UBS Virgílio Costa – rua Epitácio Pessoa, 1.291 – Fragata 

Todos que optarem por realizar a vacinação no Shopping Pelotas estarão isentos do pagamento da taxa de estacionamento do local. A gratuidade será concedida a quem apresentar a carteira de vacinação. Além disso, quem comparecer para a vacina e adquirir um ingresso para o cinema, para aquela data, ganhará outro ingresso sem custo algum. 

Documentação necessária

Para 1ª e 2ª dose:

– comprovante de residência; 

– documento de identidade; 

Publicidade

– Cartão SUS ou CPF; e 

– Carteira de Vacinação para comprovar a primeira dose (para quem vai receber a segunda). 

Para 3ª dose – pessoas com 50 anos ou mais:

– documento de identidade; e, 

– Carteira de Vacinação para comprovar as duas doses ou esquema vacinal completo, com cinco meses de intervalo desde a última aplicação. 

Imunossuprimidos:

– documento de identidade; 

Publicidade

– Carteira de Vacinação; e 

– novo atestado-padrão, confeccionado pela Prefeitura, que está disponível no site do coronavírus. 

Profissionais da Saúde

* Grupo 1 – Profissionais com registro no Conselho de Classe: 

– documento de identidade com CPF; 

– carteira do Conselho; e 

– Carteira de Vacinação para comprovar que recebeu a segunda dose há pelo menos cinco meses. 

Publicidade

* Grupo 2 – Profissionais da área de apoio: 

– documento de identidade com CPF; 

– comprovante que recebeu a segunda dose da vacina há pelo menos cinco meses; e 

– comprovante de atuação em serviços de Saúde e/ou declaração de vínculo empregatício em atividades de Saúde com assistência a pacientes – modelo disponibilizado no site do coronavírus, na aba Declarações Profissionais Saúde. Os trabalhadores que não possuem comprovação de vínculo empregatício, de forma evidente, de atuação em um serviço de Saúde, devem, obrigatoriamente, levar a declaração assinada pelo seu contratante.

Informações da SMS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esclarece que, como regra, todas as vacinas recomendadas no Calendário Nacional de Vacinação podem ser aplicadas no mesmo dia. Sendo assim, não é mais preciso aguardar o intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação do imunizante contra a Covid-19 e qualquer outro do calendário. 

Importante relembrar que continua a orientação às pessoas que apresentarem sintomas gripais de não comparecer na data marcada. O mesmo vale para quem tiver positivado para o coronavírus. É necessário aguardar 30 dias do início dos sintomas para receber a aplicação.

Publicidade

Continue Reading

Brasil & Mundo

Anvisa define regras para a entrada de viajantes no Brasil

Publicado

on

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nesta segunda-feira (29) um guia com informações necessárias aos viajantes para a entrada no Brasil por via aérea, terrestre e marítima. O documento tem como base a Portaria 660/2021, publicada pela Casa Civil no sábado (27) e que estabelece restrições específicas e temporárias para a entrada de viajantes no país diante do surgimento da variante Ômicron.

Restrições

Estão proibidos, em caráter temporário, voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pelos seguintes países: República da África do Sul; República de Botsuana; Reino de Essuatíni; Reino do Lesoto; República da Namíbia e República do Zimbábue.

Está suspensa também, em caráter temporário, a autorização de embarque para o Brasil de viajantes estrangeiros, procedentes ou com passagem nos últimos 14 dias antes do embarque, por esses países.

Entrada de brasileiros

As regras, segundo a Anvisa, não restringem a entrada de brasileiros, de qualquer natureza ou origem. “Brasileiros não têm restrição de acesso ao país”, reforçou a agência, por meio de nota.

No momento, brasileiros que estiveram em um dos seis países listados precisam cumprir quarentena de 14 dias em sua cidade de destino final no Brasil. 

É preciso também preencher a Declaração de Saúde do Viajante nas 24 horas anteriores ao embarque para o Brasil. 

Os viajantes devem ainda apresentar um exame RT-PCR não detectável (negativo), realizado nas últimas 72 horas antes do embarque, ou exame negativo do tipo antígeno, realizado em até 24 horas antes do embarque.

Publicidade

Crianças menores de 12 anos de idade viajando acompanhadas não precisam apresentar o exame, desde que todos os acompanhantes apresentem documentos com resultado negativo ou não detectável. 

Estrangeiros 

De acordo com a Anvisa, estrangeiros que não passaram pelos seis países da lista de restrição podem entrar no Brasil desde que atendam às mesmas determinações válidas para viajantes brasileiros.

Está suspensa a entrada de estrangeiros procedentes ou com passagem, nos últimos 14 dias antes do embarque, por qualquer dos seis países listados, com exceção para estrangeiros que atendam um dos seguintes critérios: estrangeiro com residência de caráter definitivo, por prazo determinado ou indeterminado, em território brasileiro; profissional estrangeiro em missão a serviço de organismo internacional, desde que identificado; funcionário estrangeiro acreditado junto ao governo brasileiro; estrangeiro que seja cônjuge, companheiro, filho, pai ou curador de brasileiro; cujo ingresso seja autorizado especificamente pelo governo brasileiro em vista do interesse público ou por questões humanitárias; e portador de Registro Nacional Migratório.

Chegada de voos 

Estão proibidos voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pela República da África do Sul, República de Botsuana, Reino de Essuatíni, Reino do Lesoto, República da Namíbia e República do Zimbábue. 

A restrição não se aplica à operação de voos de cargas, manipuladas por trabalhadores paramentados com equipamentos de proteção individual (EPIs), cujos tripulantes deverão observar os protocolos sanitários especificados na portaria da Casa Civil.

Cruzeiros 

Viagens de navios de cruzeiro, segundo a Anvisa, continuam autorizadas, sendo obrigatório o cumprimento do protocolo estabelecido pela Anvisa.

Estão autorizados somente navios que naveguem exclusivamente em águas brasileiras durante a temporada de cruzeiro. 

Publicidade
Navios de carga 

A operação de navios de carga também segue autorizada. As embarcações, de acordo com a agência, devem seguir protocolos rígidos, que preveem exames para embarque e desembarque de tripulantes e quarentena diante de caso suspeito ou confirmado a bordo.

Acesso terrestre

A Anvisa destaca que permanece proibida a entrada no país de estrangeiros de qualquer nacionalidade por rodovias ou quaisquer outros meios terrestres. 

As exceções previstas na portaria incluem, por exemplo, o transporte de carga e o trânsito entre cidades-gêmeas (municípios que sejam cortados pela linha de fronteira, seca ou fluvial).

Continue Reading



Publicidade
Publicidade

Mais lidas em três dias