Pelos sinais, Paula não recorrerá da bandeira vermelha

No vídeo de há pouco, início da noite, a prefeita Paula Mascarenhas confirmou a inclusão de Pelotas na bandeira vermelha do contágio pelo novo coronavírus.

Ela poderá recorrer da decretação do estado. Diz que vai se debruçar sobre o relatório que embasou a decisão do colega tucano Eduardo Leite, para decidir se vai apresentar recurso ou não.

O mais provável, porém, é que ela siga o slogan dos festejos municipais pelos 208 anos de Pelotas: “Fique doce, fique em casa”.

No próprio vídeo, a prefeita dá pistas de que deverá acatar a bandeira colorada: quando diz, por exemplo, que “de fato, houve um aumento no número de infectados e na ocupação de leitos”.

Segundo Paula, 16 doentes estão hospitalizados na cidade, cinco de outros municípios. E dos 16 doentes internados, oito estão em UTI, uma ocupação de 25% (são 31 leitos de UTI), os demais em enfermaria. Nunca houve números tão altos.

Outra pista naquela direção: em certo ponto, ela diz que é “falsa a dicotomia entre atividade produtiva e ciência”, o que sempre diz quando quer explicar que a vida é anterior ao trabalho.

Se quiser recorrer, terá de fazê-lo no fim de semana, pois, na segunda, as novas bandeiras entram em vigor, inicialmente de 7 a 13 de julho.

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.