Em reunião com prefeitos, Paula defende restrições na Zona Sul

Em reunião da manhã de hoje, com prefeitos da Azonasul, prefeita Paula Mascarenhas confirmou a tendência de não recorrer da bandeira vermelha do contágio do coronavírus. Ela defendeu a adoção de medidas restritivas regionais para segurar a onda da covid-19 na Zona Sul.

“Se não agirmos, os efeitos de um eventual fechamento, que seriam notados daqui a 10 ou 15 dias, talvez já sejam inúteis. Se fecharmos agora talvez tenhamos o atenuamento dos casos”, falou.

Em Pelotas, a prefeita Paula diz que se a capacidade de leitos de Rio Grande acabar (hoje a ocupação é de 90%), os pacientes virão para Pelotas, onde ainda há uma folga de leitos de UTI – aqui a ocupação está em 25%.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.