ALIANÇA PELOTAS: “O SETOR PRODUTIVO PRECISA SER OUVIDO”

1 thought on “ALIANÇA PELOTAS: “O SETOR PRODUTIVO PRECISA SER OUVIDO”

  1. Poderia dizer aterrorizante como o povo tem-se comportado nessa pandemia. Quando todos poderiam ganhar com a flexibilização de medidas, é o contrário. Há a necessidade de restrições, até com medidas antipáticas, porém necessárias, a fim de salvaguardar vidas e não sobrecarregar o sistema de saúde.

    O sucesso está em não ser egoísta, não só pensar em si a saciar os próprios desejos materiais.

    Agora, a única doença a tratar é o Covid? Não! Milhares de pessoas que necessitam de outros tratamentos médicos, veem-se desesperados, porque não têm como chegar à assistência, não há vagas nos hospitais e agora sem medicamentos.
    Se cada um se colocar no lugar do outro, o bom senso prevalecerá.

    O problema não está só em Pelotas, é mundial.

    Só aqui no Brasil foram mais de 66000 vidas perdidas, sonhos desfeitos, famílias destruídas e como isso é encarado? Não é comigo. A famosa Síndrome Noé que atinge ignorantes, egoístas, desumanos de todas os credos e raças: “Não é comigo”!

    Observe os meios de comunicação…Parecem que estão num turfe. Soltem os cavalos. Quem será o vencedor? Quem será o primeiro a divulgar os “causos”, ainda com testemunhas?! Claro, com comoções é melhor, têm plateias. Contudo, pode não aparentar, mas essas plateias estão involuntariamente doentes e são essas plateias que vão às ruas. Ah, que tal igualar às fofocas diárias do BBB e ainda dos (as) famosos (as) que desfilam no tapete vermelho da Brodway. Pensando bem, para culminar, é a que mais define a situação atual, porque a moda hoje é morrer.

    Tem mais pela frente, muito mais.

    Então PARE!

    Pense.

    A tragédia não acontece só com o vizinho do lado, pode estar com cada um de nós.

    Mais cedo ou mais tarde, tudo isso vai passar, o “livre” viver retornará.

    Vá às ruas sim, quando necessário e com todos os cuidados divulgados, caso contrário, fique em casa. Ame-se e aos outros também, porquanto nesta vida, tudo tem retorno.

    Beijo no coração.

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.