“Minha posição é respeitar o algoritmo das bandeiras”

O Amigos consultou o reitor Pedro Hallal, da UFPel, sobre a possibilidade de a prefeitura recorrer da bandeira vermelha de contágio pelo novo coronavírus – risco alto.

“A minha posição é respeitar o resultado do algorítimo do Plano do governo do estado para a definição das bandeiras. Se deu laranja, entendo que não se deve sair recorrendo. Se deu vermelho, igual, não deve recorrer”.

PUBLICIDADE

Hallal, doutor em epidemiologia, coordena equipe da universidade que faz uma pesquisa seriada sobre a incidência do coronavírus no Rio Grande do Sul e para o governo brasileiro.

A prefeita Paula disse há pouco que está sem argumentos para recorrer.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.