Renzo: “De remendo em remendo, vão nos mantendo (comércio) fechados. Não precisava ser assim!”

O presidente do Sindilojas, Renzo Antonioli, comentou a notícia sobre a aprovação pela Câmara de Vereadores de projeto de lei de iniciativa da prefeitura para adiar o pagamento de previdência dos servidores. Com o projeto, a prefeitura, com o caixa em baixa, luta para manter liquidez.

Disse Renzo:

“Nada disso seria necessário se a prefeita (Paula Mascarenhas, de Pelotas) continuasse com suas decisões anteriores em relação à covid-19. Decisões que eram iguais a de milhares de municípios no Brasil e no mundo que já superam essa pandemia.

Como passou a fazer agora, ou seja, seguir os municípios derrotados no combate ao vírus, ela terá que achar meios para não deixar de pagar as obrigações da prefeitura. Priorizando os salários!!!

O que nos preocupa é essa nova postura!!! Pois, de remendo em remendo, para pagar obrigações, ela vai nos mantendo (comércio) fechados!!!

Espero que ela tenha forças para retornar às suas convicções anteriores, que vinham mantendo Pelotas como a cidade com melhor controle da pandemia no Rio Grande do Sul e no Brasil.

Que as forças não tão ocultas permitam a nossa prefeita voltar a agir como vinha fazendo, sendo proativa no combate ao vírus!!!

Pois, de achismo em achismo, de palpite em palpite, de pressão em pressão, de política em política, Pelotas vem andando no sentido contrário à razão e à lucidez, tão necessárias para superar esse momento!”

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.