PREFEITURA DIZ QUE MULTOU MAIS DE 100

Na madrugada de sábado para domingo (19) foi de combate às aglomerações e festas clandestinas em Pelotas.

As fiscalizações das Operações Integradas deste fim de semana visaram o cumprimento das medidas preventivas ao coronavírus no município, sendo o primeiro com a Lei da Multa em vigência. 

Segundo o secretário de Segurança Pública (SSP), Samuel Ongaratto, desde a última quinta-feira (16), mais de 100 pessoas foram multadas por não usar máscaras por aglomerações, duas ações que contribuem com a propagação do novo vírus. 

“Muitas das pessoas que abordamos em festas, sejam elas públicas ou privadas, já estavam conscientes que estavam erradas, que não era para estar fazendo aglomeração, que eram para estar de máscara”, afirma Ongaratto.

Ele ainda destaca que muitas festas clandestinas acabaram antes da fiscalização chegar, pois os frequentadores tiveram conhecimento que estava ocorrendo as ações das forças de segurança. “Isso mostra a eficácia que as multas estão tendo”, defende o secretário.

Ao todo, quatro estabelecimentos foram fechados por formação de aglomeração e sete festas foram encerradas. Além do combate à Covid-19, as ações coibiram também a criminalidade no município. Durante uma fiscalização a um estabelecimento, 12 máquinas caça níquel foram apreendidas.

Operação Saúde Para Todos

A blitz da operação Saúde Para Todos ocorreu neste domingo (19) para fiscalizar e orientar aqueles que tiveram como destino a Praia do Laranjal. A alta temperatura registrada no sábado e no domingo aumentou o movimento na avenida Adolfo Fetter, e, consequentemente, o número de pessoas abordadas. Conforme Ongaratto, em três horas de operação, de 375 pessoas abordadas, 11 pessoas estavam com febre, o maior registro desde o início da Saúde Para Todos, ocorrida em maio. Elas foram orientadas pelos voluntários da Saúde a retornarem para casa e procurar atendimento pelo teleconsulta.

Disk denúncia da Brigada Militar

Outro aliado nas fiscalizações foi o disk denúncia 24h, implementado pelo 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM), o qual virou mais um canal de denúncia para que a população entrar em contato com as forças de segurança pelotenses. Além do 153 (Guarda Municipal), 156 (Ouvidoria), redes sociais da Prefeitura e pelo WhatsPel (99122-8701), os pelotenses podem utilizar o telefone 3227-7171 para comunicar à Brigada Militar sobre irregularidades e descumprimentos de medidas decretadas pelo Município.

De acordo com o comandante do 4º BPM, o tenente-coronel Marcio André Facin, no primeiro final de semana com a ferramenta foram registradas centenas de ligações. “O telefone não parou de tocar, tivemos um retorno muito bom da população, assim que recebíamos a denúncia, encaminhávamos as equipes para o local”, aponta Facin.

“Em geral, a nossa comunidade tem observado as normas estabelecidas, no entanto, um pequeno número de pessoas ainda não se conscientizou da importância do afastamento social. Para estes, espero que a medida de multa tenha sido fator que os reeduque, fazendo com que compreendam o momento que vivemos”, ressalta o comandante.

5 thoughts on “PREFEITURA DIZ QUE MULTOU MAIS DE 100

  1. Tão (ou mais) absurdo do que circular sem máscara, é fazer blitz educativa com fuzil automático de mira telescópica, como se os munícipes devessem ser tratados como gangsters. Antes eram as blitz do bafômetro arrecadador na estrada do Laranjal, agora as do COVIT, e seguem os guardas municipais amedrontando quem os paga.

  2. Como é fácil escravizar um povo! E ainda tem gente que acha que a prefeita está certa.Ela violou nossos direito de ir e vir, privacidade é inviolável em qualquer constituição do mundo. Por favor, desliguem a Globo Lixo.

  3. “Pequeno número”… ´´E apavorante o número de pessoas que passeiam pelas ruas sem máscara… As autoridades dizem que multaram mais de 100 pessoas… Eu, sozinho, teria multado em torno de 30 só nos vinte minutos de passeio pelo Laranjal…! Uma vergonha isso!

  4. Boa noite! Moro na Duque, aqui o desrespeito supera o mínimo aceitável, grupos de 15, 20, 30 pessoas, sem máscara, na maioria jovens, e regra. Quando vem a ficalização correm para todos os lados, estrategicamente deixam seus veículos, ao lado oposto de onde estão, assim facilitando a fuga.Tambem acredito que são avisados, pois algumas vezes dois ou tres tocam as buzinas, qd chega a fiscalização, a maioria ja se evadiu.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.