“70% dos gaúchos estão com medo”

Elis Radmann, diretora do IPO (Instituto Pesquisa de Opinião), com sede em Pelotas, afirma que a maioria dos gaúchos está com medo da pandemia.

“Em média, 70% estão com medo”, diz.

Medo do contágio, de precisar de atendimento e não encontrar, medo generalizado de infortúnios, até de passar fome.

O medo é disseminado, explica ela:

“Quem está vivendo das economias tem receio de que reservas acabem. Quem não tem reservas financeiras, teme passar fome etc”.

Elis diz ainda que os gaúchos se dividem em três grupos:

  1. Os que defendem o isolamento, com posses e segurança (aposentados, funcionários públicos, gente com reservas e atuando em home office).
  2. Os que defendem a economia, que necessitam trabalhar.
  3. Os negacionistas e/ou indiferentes: menor grupo.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.