UFPel lamenta morte de professor

Nota da Universidade:

Faleceu no último domingo (19), aos 92 anos, o professor Milton Alberico Bianchi Rocha. O docente, aposentado, era ligado à Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel.

Rocha iniciou a docência quando a FAEM pertencia à Universidade Federal Rural do Rio Grande do Sul, lecionando na cátedra de Mecânica, Máquinas e Motores Agrícolas. Na reestruturação de cátedras para departamentos e com a criação da Universidade Federal de Pelotas, após retorno de pós-graduação no exterior, passou a integrar o Departamento de Fitotecnia, como docente de Genética Especializada e Melhoramento Vegetal, sendo um dos responsáveis pela criação, no Departamento, dos primeiros cursos de pós-graduação na instituição.

Deixou sua marca nos cursos de Mestrado em Fitomelhoramento e Fruticultura, criados em 1973, Produção Vegetal, criado em 1974, e Tecnologia de Sementes, criado em 1975, lecionando, pesquisando e orientando a formação de mestres nessas áreas. O docente integrou os grupos de pesquisa em genética e melhoramento vegetal que criaram variedades de trigo e de arroz.

Ao se aposentar como docente, orientou tecnicamente e participou da coordenação da criação do primeiro programa de melhoramento genético de arroz da América latina numa empresa privada. Passou depois a produzir seus próprios materiais genéticos, inclusive de arroz de variedades especiais, preto e vermelho, estabelecendo, no final da década de 1990, uma parceria técnico-científica com o Laboratório de Pós-Colheita, Industrialização e Qualidade de Grãos da FAEM, para a avaliação de desempenho industrial e de qualidade culinária dos genótipos de arroz que criava em sua empresa.

Teve participação ativa na criação da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Pelotas (AEAPEL) e na Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), da qual foi inclusive presidente.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.