Gaúcha ZH diz que tucanos “colhem custos da piora dos números da covid”

Gaúcha ZH publica que o governador Eduardo Leite e o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan, do PSDB, enfrentam uma onda de questionamentos, por idas e vindas no combate ao novo coronavírus.

O site lembra que “há 20 dias Leite gravou vídeo emocionado alertando para o que seria a fase crucial da crise sanitária, e 15 dias desde que Marchezan publicou decreto reeditando restrições na capital, mas os números do coronavírus seguem aumentando e preocupantes”. 

O site diz ainda que os dois políticos foram aplaudidos no começo, mas que agora sofrem questionamentos crescentes.

Gaucha lembra ainda que, desde a gravação do vídeo emocionado, Leite autorizou a volta do Gauchão e, “depois de ter endurecido medidas, passou a acatar uma quantidade maior de pedidos de recursos dos municípios”.

No caso de Marchezan, opositores afirmam que o prefeito também falhou ao ceder às pressões por reabertura cedo demais. Para o vereador Marcelo Sgarbossa (PT), isso acabou levando ao novo decreto de fechamento, válido desde o último dia 7 e a um descrédito de parte da população. “O prefeito flexibilizou as restrições no momento errado e agora quer transferir o ônus para a sociedade. Cedeu a pressões e agora fala em lockdown, quando isso deveria ter sido feito lá atrás”. diz Sgarbossa (…)

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.