Rússia vence a corrida e terá primeira vacina contra Covid-19

Kremlin

A Rússia anunciou nesta terça-feira (28) que poderá ter uma vacina contra a Covid-19 aprovada em apenas duas semanas.

Segundo a CNN Internacional, os próprios cientistas estariam se voluntariando para testar a imunização. Alexander Ginsburg, diretor do projeto, confirmou ter injetado a vacina em si mesmo.

A vacina foi criada pelo Instituto Gameleya, baseado em Moscou. De acordo com as autoridades, o país espera produzir até 200 milhões de doses até o fim do ano —dessas, 30 milhões seriam exclusivas para a Rússia.

Nessa segunda-feira, 27, o instituto estatal russo de virologia Vector iniciou testes em seres humanos da segunda candidata a vacina contra o novo coronavírus do país. Nessa fase, cinco voluntários receberam o imunizante.

O instituto russo está trabalhando com seis potenciais vacinas contra Covid-19 diferentes.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.