Hemocentro abrirá neste sábado para doações

Com os estoques de sangue muito abaixo do necessário e diante do medo e dificuldades que os doadores enfrentam para doar, o Hemocentro Regional de Pelotas (HemoPel) mudou a estratégia para receber os voluntários, e a equipe está fazendo todo o possível para que o processo seja mais rápido e seguro. Haverá atendimento sábado (8) pela manhã.

Com o anúncio do lockdown em Pelotas, marcado para começar às 20h de sábado (8), prolongando-se até as 12h de terça-feira (11), a direção do HemoPel decidiu alterar os dias e horário de funcionamento.

De acordo com a coordenadora da instituição, Gisele Pinto, mesmo sendo serviço essencial, não seria bom incentivar as pessoas a saírem de casa quando se pretende isolamento, para que o vírus pare de circular. Como é pouco tempo de paralisação de atividades, é possível reorganizar e fazer o mesmo atendimento em outros dias e horários.

Confira os horários dos próximos dias

Sexta-feira (7) – horário normal, das 8h às 14h;

Sábado (8) – das 8h às 13h;

Domingo (9) e segunda-feira (10) – fechado;

Terça-feira (11) – das 13h às 18h.

“Com os novos horários, evita-se que as pessoas circulem na segunda-feira e na terça de manhã – dias de lockdown -, e dá-se a possibilidade de aumento do estoque com o atendimento de sábado”, explica Gisele.

A partir de quarta-feira (12), os horários voltam ao normal – das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira.

Esporte e solidariedade

Matéria sobre a situação do Hemocentro, publicada no site da Prefeitura nessa quarta-feira (5), foi o bastante para que o treinador da equipe do Projeto Remar para o Futuro, Oguener Tissot, fizesse um apelo para que os atletas aptos doassem sangue. Eles entenderam à necessidade. As primeiras doações foram feitas nesta quinta-feira (6).

A supervisora do projeto, Verônica Diedrich, explica que o grupo segue treinando em casa durante o período de isolamento imposto pela pandemia do novo coronavírus. Por isso, o contato com os jovens é permanente. Ela conta que o pedido de doação de sangue foi imediatamente aceito pelos atletas e por seus pais e que todos aptos a doar estão comparecendo ao HemoPel, de acordo com as possibilidades de deslocamento. Os alunos mais velhos, da academia de remo, também foram “convocados” e devem fazer a doação.

Para onde vai o sangue recebido

O Hemocentro de Pelotas é responsável pelo abastecimento de três hospitais da cidade – São Francisco de Paula, Pronto Socorro e Beneficência Portuguesa, além de outros 24 municípios da região Sul e da Campanha. Todos os tipos de sangue são necessários.

Cuidados com quem doa

Todo o processo, desde a chegada do doador, cadastro, entrevista e doação dura cerca de 30 minutos. A equipe do HemoPel adota todas as medidas de higiene para que os doadores possam se sentir seguros. Tudo é higienizado a cada atendimento – mesa, cadeira e até as canetas utilizadas. Todos – doadores e equipe – usam máscara de forma permanente enquanto permanecem no local.

Quem pode doar?

Podem doar sangue as pessoas saudáveis, sem sintomas gripais, que não tiveram contato com outras com suspeita ou confirmação de Covid-19, e que atendam aos requisitos gerais para doadores: É preciso ter idade entre 16 e 68 anos, com peso superior a 50 quilos. Os adolescentes (16 e 17 anos) precisam ter autorização dos responsáveis legais. O candidato a doador deve procurar o HemoPel, portando documento de identidade com foto. No dia da doação, é necessário estar alimentado, ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, e ter evitado fumar uma hora antes.

Qual o intervalo necessário entre as doações?

Homens podem doar a cada dois meses – no máximo, quatro vezes por ano. Mulheres, a cada três meses – até três doações anuais.

Grupos e carona para doação

O Hemocentro oferece carona para grupos que tiverem dificuldade de ir ao local. Para quem mora em Pelotas, o transporte está disponível para grupos de seis a 12 pessoas. Para municípios vizinhos, a carona pode ser agendada para turmas de 12 pessoas.

Grupos, independente da carona, devem ser agendados previamente, por telefone, para que a equipe se prepare e o tempo de espera não seja grande.

Remar para o futuro

Remar para o futuro é gratuito e beneficia 30 alunos da rede municipal, com idades entre 12 e 18 anos. O projeto envolve a Prefeitura, o Clube Centro Português, a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), o Flamengo e a Academia de Remo Tissot, além de contar com a coordenação geral do professor Fabrício Boscolo e com o apoio do Grêmio Náutico União e da iniciativa privada, por meio do “Adote um Atleta” – programa apoiado pela empresa Arroz Emoções, Freedom Veículos Elétricos, CFC Drive Car e Sicredi.

O Hemocentro está localizado na avenida Bento Gonçalves, 4.569, próximo ao Colégio Municipal Pelotense. O telefone para outras informações é o (53) 3222-3002.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.