Sintonia reversa

A Câmara de Vereadores começou a analisar nesta semana o Projeto de Resolução (PR 4.820/2020), de autoria do vereador Marcos Ferreira, ex-PT, agora PTB, sugerindo que “se criem regras para debates que tenham participação de entidades e e da população”.

Propõe que audiências sejam coordenadas por presidentes de comissões temáticas e não mais pelo vereador que sugere o debate.

Em plena pandemia, escassez de leitos de UTI, bandeira vermelha e lockdown… É que se chama de sintonia reversa.

Marcola: preocupação (foto: Câmara)

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.