Em nota, prefeitura diz: “Pelotense correspondeu ao lockdown”

Prefeitura diz:

As 64 horas de lockdown em Pelotas, das 20h do sábado (8) ao meio-dia desta terça-feira (11), foram marcadas pela adesão e respeito da população à determinação de distanciamento social decretada pelo Município. As secretarias de Segurança Pública (SSP) e de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana fizeram o levantamento das infrações, que resultam em números mínimos se comparados ao de habitantes e ao de atividades comerciais, industriais ou de serviços.

“A população aderiu ao esforço e não houve incidentes relevantes durante os dias de lockdown. As pessoas entenderam que têm um papel a cumprir e isso é muito importante. É responsabilidade social e coletiva, diante da grave crise sanitária”, constata a prefeita Paula Mascarenhas.

Durante o período de proibição do funcionamento de atividades não essenciais, as operações de segurança – SSP/Guarda Municipal, Secretaria de Transporte e Trânsito (STT), Brigada Militar (BM), Polícia Civil e Corpo de Bombeiros – intensificaram as ações de controle.

A elas, se uniram as secretarias de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana e a de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária (Visa/SMS). Além da fiscalização, da checagem de denúncias, e do patrulhamento das ruas, as operações integradas, em comboios, cobriram as principais vias da cidade, com o intuito de impedir ou dissipar possíveis aglomerações, perturbações do sossego, e zelar pelo cumprimento da Lei da Máscaras”.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.