Guedes manda recado para Bolsonaro

Guedes foi bem claro

Salim Mattar e Paulo Uebel, secretários especiais de Desestatização e de Desburocratização, respectivamente, pediram demissão do governo.

O motivo, segundo informaram ao ministro Paulo Guedes, é que as reformas não andam.

(…)

Ainda mais simbólica é a atitude de Guedes, de afirmar, abertamente e sem rodeios, que está havendo uma debandada no ministério e contar ao distinto público por quê.

O recado para o presidente é claro: se Bolsonaro aceitar ir para o caminho para o qual está sendo empurrado, de estourar o teto de gastos e promover a gastança, Guedes — que chama o plano Pró-Brasil de “Dilma 3” — está fora.

Ricardo Rangel é colunista de Veja e, a pedido nosso, autorizou a compartilhamento, aqui, de seus posts no facebook..

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.