“Eu poderia ter aplicado tudo em saúde, se quisesse. Mas a questão é mais complexa”

Na noite desta quarta-feira (12), o Amigos procurou a prefeita Paula Mascarenhas, para que se manifestasse sobre críticas feitas a ela por não ter aberto novos leitos de UTI, leitos que, abertos, segundo os críticos, poderiam, além de garantir retaguarda segura no atendimento, ter situado melhor a cidade na classificação das bandeiras do Plano de Distanciamento do Governo do estado e não penalizado o setor produtivo com fechamentos de negócios.

Paula

Prefeita respondeu:

“Uma parte da ajuda da União destinada a Pelotas (ajuda total direta prevista em R$ 44 milhões) é exclusiva para saúde e assistência social. Outra parte é de uso livre.

Eu poderia ter aplicado tudo em saúde, se quisesse. Mas a questão é mais complexa, a seguinte:

‘Nós temos recursos para saúde e os temos aplicado em saúde, efetivamente…

Mas, primeiro, não chegaram os 44 milhões todos… Ontem (terça, 11) chegou a terceira parcela das quatro previstas. Então, chegaram, até agora, pouco mais de R$ 30 milhões. Recursos esses que começaram a chegar no final de junho passado’.

O que falta na saúde não são recursos financeiros, mas sim humanos. Inclusive temos recursos depositados e prontos para contratar equipe de saúde, mas não temos equipes disponíveis interessadas.

Por fim, sim, nós utilizamos os recursos federais de uso livre para pagar salários, e também isso é investir em saúde. Imagina se tivéssemos deixado de pagar os salários dos profissionais de saúde.

Então, eu considero uma critica descabida a que nos fazem, uma crítica de quem não tem conhecimento do tema e e não busca ter”.

4 thoughts on ““Eu poderia ter aplicado tudo em saúde, se quisesse. Mas a questão é mais complexa”

  1. Gostaria de transparência na fala da prefeita, ela que faça um demonstrativo transparente do quanto recebeu, quando recebeu e para onde foram os recursos! Se a conta fechar vamos elogiar!

    1. Estás sendo pouco inteligente. Já não há pessoas interessadas em trabalhar em uti covid. Imagina faltar com os salários das pessoas dispostas. Uma delas acaba de falecer de covid, inclusive.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.