PELOTAS CLASSIFICADA DE NOVO EM BANDEIRA VERMELHA

Pelotas permanece em bandeira vermelha no Distanciamento Controlado do Governo do Estado nesta sexta-feira (14). De acordo com a divulgação preliminar da 15ª semana do modelo, com vigência entre os dias 18 e 24 de agosto, a região Sul segue em risco alto para o novo coronavírus.

Com a publicação do decreto de cogestão, que permite maior autonomia aos Municípios e às associações regionais, a Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) iniciou a construção do comitê técnico, com representantes de todas as cidades, para avaliar a situação da região localmente.

Segundo o governo estadual, a R21, a qual o município pertence, teve melhora nos índices de “variação semanal do número de novas hospitalizações Covid”, “variação no número de internados por síndrome respiratória aguda grave em UTI”, “variação no número de confirmados em UTI”, “projeção de incidência de óbitos relativa á população”, “número de leitos livres para cada leito ocupado Covid” e “variação no número de leitos de UTI livres para atender Covid”.

Entretanto, teve piora nos índices de “variação no número de confirmados em leitos clínicos”, “novas hospitalizações Covid por população” e “variação no número de leitos de UTI livres para atender Covid”, o que a faz ficar dentro dos limites que determinam a cor vermelha.

Durante a divulgação preliminar, a prefeita Paula Mascarenhas estava em uma reunião da Azonasul, para revisão das medidas decididas pelo comitê, que serão submetidas ao Estado, com protocolos intermediários às bandeiras laranja e vermelha.

“A ideia dos prefeitos é submeter isso ainda hoje para o governo estadual, visto que é necessário aguardar 48h para editar decretos municipais de adesão ao plano regional, com medidas que levam 24h para entrarem em vigor, entretanto, os Municípios poderão editar decretos mais gravosos se acharem necessário”, explicou Paula.

Agora, o Executivo aguarda a decisão, com os demais prefeitos de municípios da região, do comitê técnico formado pela associação. Nesta semana, o assessor jurídico da Prefeitura, Fábio Machado, e a secretária de Saúde, Roberta Paganini, foram os escolhidos para representar o município pelotense no grupo regional.

Municípios podem adotar bandeira laranja

Conforme o mapa preliminar da 15ª rodada, 397 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha, somando 9.679.669 habitantes, ou seja, 85,4% da população gaúcha (total de 11.329.605 habitantes).

Desses, 166 municípios (890.365 habitantes, 7,9% do RS) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

RESUMO DA 15ª RODADA

Regiões que apresentam piora:

LARANJA > VERMELHO

• Uruguaiana
• Guaíba
• Santo Ângelo
• Cruz Alta
• Ijuí
• Santa Rosa
• Caxias do Sul

Regiões que permanecem iguais:

VERMELHA

• Capão da Canoa
• Taquara
• Novo Hamburgo
• Canoas
• Porto Alegre
• Palmeira das Missões
• Erechim
• Passo Fundo
• Pelotas

LARANJA
• Santa Maria
• Lajeado
• Santa Cruz do Sul
• Cachoeira do Sul
• Bagé

Números da rodada:
• número de novos registros de hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de confirmados Covid-19 reduziu 12% entre as duas últimas semanas (1.278 para 1.126);
• número de internados em UTI por SRAG aumentou 7% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (897 para 958);
• número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS reduziu 1% entre as duas últimas quintas-feiras (975 para 964);
• número de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 3% entre as duas últimas quintas-feiras (702 para 723);
• número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS reduziu 7% entre as duas últimas quintas-feiras (de 608 para 567);
• número de casos ativos ficou estável entre as duas últimas semanas (de 7.454 para 7.469);
• número de óbitos por Covid-19 reduziu 13% entre as duas últimas quintas-feiras (de 406 para 353).

As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (333), Caxias do Sul (159), Canoas (114), Novo Hamburgo (59) e Passo Fundo (81).

Comparativo da situação de 16 de julho a 13 de agosto:
• número de novos registros de hospitalizações confirmados de Covid-19 aumentou 31,7% no período (855 para 1.126);
• número de internados em UTI por SRAG aumentou 27,1% no Estado no período (754 para 958);
• número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS aumentou 13% no período (853 para 964);
• número de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 26,4% no período (572 para 723);
• número de casos ativos aumentou 31% no período (de 5.700 para 7.469);
• número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS aumentou 3,7% no período (de 547 para 567)
• número de óbitos por Covid-19 acumulados em sete dias aumentou 30% no período (de 271 para 353).

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.