PT define vice de Ivan para chapa à prefeitura

Ìyá Sandrali foi aclamada por unanimidade a companheira de chapa de Ivan Duarte (PT) na disputa eleitoral de novembro para a Prefeitura de Pelotas, caso o Partido dos Trabalhadores não tenha coligação para majoritária.

A decisão sobre a escolha da vice ocorreu na noite desta quinta-feira, 13, em reunião do diretório municipal do partido.

Segundo a assessoria de imprensa do PT em Pelotas, em mensagem ao site:

“A escolha, em reunião virtual que contou com mais de 70 filiados e filiadas, empolgou a direção petista e os pré-candidatos a vereador e vereadora pelo simbolismo e pela trajetória de Ìyá Sandrali, uma liderança feminina, defensora dos Direitos Humanos e do respeito à diversidade religiosa e que tem como uma de suas marcas a luta pelo combate ao racismo e ao machismo, o que hoje está na ordem do dia no mundo inteiro”.

“Nós defendemos a liberdade, a igualdade e a democracia. Faremos a diferença nessa eleição de forma radicalmente amorosa”, disse Ìyá Sandrali.

Ivan Duarte e Iyá Sandrali de Oxum

Partido permanece aberto à “construção da Frente”

Mesmo com a decisão pelo nome de Ìyá Sandrali para ocupar a vaga de vice na chapa ao lado de Ivan Duarte, a direção partidária definiu pela continuidade das negociações junto aos demais partidos do campo democrático e da esquerda.

Sandrali deverá ser a vice no caso de o PT concorrer sem coligações na chapa majoritária.

Sandrali

Sandrali de Campos Bueno, mais conhecida como Ìyá Sandrali, é servidora pública, educadora, psicóloga e especialista em criminologia. Tem sua vida pautada pela defesa dos direitos humanos e pela defesa da laicidade do Estado.

É filiada ao PT desde 1992 e trabalhou nas prefeituras e governos petistas em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul.

Escolheu Pelotas para viver e trabalhar no Case Regional Pelotas desde 1998 e, aqui, educou suas filhas Winnie Bueno e Ayanna Bueno e é avó de Virginia . Aqui construiu seu terreiro localizado no bairro Três Vendas.

Participa ativamente das organizações de Tradição de Matriz Africana e Afrodiaspórica, de Direitos Humanos e de Mulheres Negras e do Movimento Negro nos níveis estadual e nacional.

Ativista social, faz parte do Fórum Inter-religioso e Ecumênico em Defesa da Democracia e atua em vários segmentos inter-religiosos.

Em 2018 concorreu a deputada estadual, sendo a única candidata negra do PT neste pleito.

Atualmente, ocupa o cargo de secretária executiva do Conselho do Povo de Terreiro do RS e é conselheira do Conselho Municipal do Povo de Terreiro de Pelotas.

Faz parte da Executiva Municipal do Partido dos Trabalhadores e havia disponibilizado seu nome como pré candidata à vereadora.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.