Profissionais da saúde e comerciários permanecem entre os mais infectados

A nona análise do perfil dos infectados pelo coronavírus, realizada pelo Observatório de Segurança Pública, a partir dos dados registrados pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), apontou que profissionais da saúde e comerciários permanecem como grupos profissionais mais atingidos.

As notificações se referem até o dia 20 de agosto, quando o Município contabilizava 1.947 pessoas com a Covid-19.

Conforme o levantamento, os setores com mais incidência de casos são:

Profissionais da saúde: 368 positivos (18,9%)

Comerciário/atendente: 263 positivos (13,5%)

Aposentados: 248 positivos (12,7%)

Estudantes: 124 positivos (6,4%)

Construção Civil: 104 positivos (5,3%)

Dona de casa: 99 positivos (5,1%)

Não informado: 78 positivos (4%)

Profissional da indústria: 62 positivos (3,2%)

Prestadores de serviços: 57 positivos (2,9%)

Administrador/empresário: 55 positivos (2,8%)

Profissional do transporte: 55 positivos (2,8%)

Outras ocupações

Profissionais da segurança pública, desempregados, servidores públicos, autônomos, crianças menores de quatros anos, trabalhadores do ramo alimentício, empregadas domésticas e advogados totalizam 278 infectados – representam 14,2%. Complementam a lista as seguintes categorias: profissionais rurais, da estética, do esporte, dentistas, psicólogos/psiquiatras, portuários, da área da tecnologia, comunicação, veterinários, pesquisadores, músicos e lideranças religiosas.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.