Casa Kraft tem sido invadida por estranhos

Pensando hoje, o nome como ficou conhecida a casa já não era bom, ao menos onomatopaicamente: “Kraft”. Uma casa que – kraft – ruiu.

Depois de embargada a obra de demolição pela justiça, a Casa Kraft, na rua Antônio dos Anjos esquina com General Osório, tornou-se um problema para a vizinhança.

O embargo, em forma de liminar, por ora mantida no TJRGS, buscou salvar uma edificação considerada patrimônio arquitetônico. Os proprietários haviam decidido demolir para que no lugar fosse construída uma farmácia da Droga Raia.

Antes de começada a demolição externa, a casa já vinha sendo demolida por dentro. A liminar chegou tarde, quando já haviam destruído bastante.

Hoje parcialmente em ruínas, por dentro e por fora, mesmo protegida por tapumes, a construção, segundo moradores próximos, tem sido alvo de saques: pessoas pulam os muros para levar peças de ferro e cobre.

Relatam outros problemas também.

Alguns depoimentos de vizinhos:

“Às vezes, de madrugada, ouvimos gritos vindos da casa, que, supomos, sejam de invasores e usuários de drogas”.

“De sexta-feira passada para sábado, pularam o muro para um sobrado que fica ao lado e roubaram um monte de coisas”.

“Hoje (segunda, 26), oito da manhã, acordei com um homem arrombando a janela de um dos quartos da casa, de onde saiu levando um notebook”.

“No sábado tinha um homem ali, foi preso por um Policial Civil que mora na vizinhança”.

1 thought on “Casa Kraft tem sido invadida por estranhos

  1. Parabéns, aos envolvidos, proprietário, comprador, ministério público, juiz extensivo aos pelotinos que tem saudade de um tempo que só existe na cabeça deles.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.