Dois dias de chuva ultrapassam média mensal em Pelotas

Os dois primeiros dias úteis da última semana do mês de outubro foram marcados por chuvas acima do normal em Pelotas. Somadas as precipitações de segunda (26) e de terça-feira (27), o acumulado atingiu 115 milímetros, superando a média mensal que é de 104 milímetros. Os registros foram apurados com análise dos pluviômetros do Sanep.

De acordo com a autarquia, choveu 78 milímetros na segunda-feira e 37 na terça-feira, totalizando 115 milímetros em 48 horas. Para garantir a drenagem do volume excessivo de água em todas as regiões da cidade, as oito casas de bombas mantiveram-se em pleno funcionamento.

Serviços Urbanos

A Secretaria de Serviços Urbanos e Infraestrutura, responsável pela manutenção das vias não pavimentadas, atua com equipes e maquinário das sete administrações regionais. Os pontos prontamente atendidos, tanto para desobstrução de valetas como para abertura de locais onde a água ficou represada, foram Corredor do Obelisco, Balneário dos Prazeres e Sítio Floresta. Nas demais áreas que registraram alagamentos, também são desenvolvidas ações de drenagem.

Trânsito, Assistência Social e Defesa Civil

Na terça-feira, embora os 37 milímetros de chuva, não houve necessidade de interrupção de trânsito em nenhum ponto da cidade por conta de alagamentos provocados pela instabilidade. A Secretaria de Assistência Social e a Defesa Civil não receberam pedidos de ajuda ou chamados para remoção de famílias. Não há desabrigados ou desalojados em Pelotas, devido às últimas precipitações.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.