DOIS PELOTENSES QUE TIVERAM COVID

Como sabemos, o número de pessoas infectadas pela covid em Pelotas e região, depois de cair, vem subindo forte.

Um amigo próximo pegou no final de outubro. Ele conta:

“Comecei com febre e enjoo. A febre foi breve, não mais de duas horas. Mas o enjoo permaneceu. Precavido, comprei um oxímetro e a saturação de oxigênio nunca baixou de 98%. Não tive falta de ar, mas o enjoo continuava. Fiz um exame e deu positivo. Procurei um pronto-atendimento particular. Uma tomografia mostrou uma pneumonia viral leve. Me receitaram então o coquetel do Bolsonaro por cinco dias e anticoagulantes por 10 dias. Agora estou bem. Não faço a menor ideia de onde fui contaminado. Ainda mais que me cuido”.

Ele acrescenta:

“Já um amigo meu teve e sentiu falta de ar. Essa doença é estranha. Ele é mais novo que eu, cerca de quarenta anos, é atleta, mas a saturação de oxigênio caiu a 88% e precisou ser internado. Teve pneumonia mais forte que a minha, mas, depois de tratado, se recuperou e deixou o hospital nesta sexta-feira, depois de quase 10 dias doente”.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.