Morte de João Alberto foi por asfixia ou ataque cardíaco, diz delegada

A delegada Roberta Bertoldo afirmou à Folha que a causa da morte de João Alberto Silveira Freitas. no estacionamento de um supermercado Carrefour, em Porto Alegre, foi asfixia ou ataque cardíaco.

“Foi verificado junto à perícia que provavelmente ele tenha morrido por asfixia ou ataque cardíaco. O dois seguranças que agrediram ficaram em cima dele, aquilo dificultou a respiração dele. Quando falamos em asfixia não significa necessariamente estrangulamento, mas aquela forma de contenção de ficar em cima dele fez com que tivesse dificuldade de respirar e pode ter ocasionado um ataque cardíaco. Aguardamos o laudo oficial, mas são indícios preliminares a partir de sinais identificados pela perícia no corpo dele”.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.