Para Barroso, Brasil caminha para voto não obrigatório

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo deste domingo (6/12), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, afirmou que, por causa do alto número de abstenções, o Brasil caminha para uma realidade em que o voto obrigatório se tornará facultativo.

“Acho que a gente começa a fazer uma transição. O modelo ideal é o voto facultativo e, em algum lugar do futuro não muito distante, ele deve ser”, afirmou.

1 thought on “Para Barroso, Brasil caminha para voto não obrigatório

  1. Até que enfim alguém esboçou o fato de que as eleições devam ser facultativas. O voto obrigatório é um verdadeiro absurdo, quando muitas vezes os candidatos não nos chamam a atenção!

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.