Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Pandemia

AZONASUL: “NÃO ESTAMOS RELATIVIZANDO A PANDEMIA”

Published

on

Nota da Azonasul divulgada há pouco:

“Mais uma vez, as prefeituras da região de monitoramento R21 vão adotar a cogestão regional dentro do modelo de Distanciamento Controlado do Rio Grande do Sul e poderão usar os protocolos da bandeira vermelha, mesmo com a classificação final confirmatória da bandeira preta no mapa definitivo.

O documento complementar foi aprovado e publicado ontem (14) no site da Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam).

Aprovada por maioria dos chefes do Executivo da Azonasul, a Cogestão é uma ferramenta evolutiva em busca do equilíbrio de ações. Através dela, é possível que os gestores municipais analisem suas realidades e adequem os decretos municipais, podendo usar medidas mais restritivas em pontos críticos e permitindo que algumas atividades operem, com cautela e em conformidade com os protocolos da bandeira vermelha.

Nesta terça-feira, todas as Prefeituras devem amanhecer com os decretos novos abordando a Cogestão e anunciando os referidos protocolos.

“De forma alguma estamos relativizando a pandemia, muito pelo contrário, estamos em alerta máximo e vamos reforçar as fiscalizações para coibir aglomerações e assegurar o cumprimento integral das regras sanitárias”, disse o presidente da Azonasul, Luis Henrique Pereira da Silva, prefeito de Arroio Grande.

O presidente também chamou atenção para o esgotamento da capacidade hospitalar e o grande número de casos e internações em leitos de UTI pela doença, o que na opinião dele, demandam cuidados ainda mais extremos dos gestores regionais.

EXCEÇÃO

Vale lembrar que, a partir de um novo decreto estadual, os sete municípios da R21 : Arroio do Padre; Cristal; Jaguarão; Morro Redondo; Pedras Altas; Santana da Boa Vista e Turuçu que estão enquadrados na Regra 0-0 (sem registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local) poderão adotar protocolos de bandeira vermelha sem nenhum tipo de formalização ou publicação de decretos especiais”.

Click to comment

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Pandemia

Confira cronograma de vacinação contra Covid-19 nesta semana

Published

on

A vacinação em Pelotas avança com programação bastante intensa nos próximos dias, com ações já estipuladas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). As aplicações serão no drive-thru no Centro de Eventos e nos quatro pontos nos bairros, para proteção com primeira, segunda e terceira doses para diferentes públicos. Acompanhe as datas e locais e não deixe de buscar a imunização.

Veja o cronograma completo com datas, locais e horários

Drive-thru – das 9 às 17h

Centro de Eventos (com entrada pela avenida Pinheiro Machado)

* Segunda-feira (27) – 2ª dose para pessoas com 18 anos, que receberam a primeira dose da CoronaVac no dia 26 de agosto

* Terça-feira (28) – 2ª dose para pessoas com 50 anos, que receberam a primeira dose da Pfizer no dia 26 de junho

* Quarta-feira (29) – 2ª dose para pessoas com 49 e 48 anos, que receberam a primeira dose da Pfizer no dia 27 de junho

* Quinta-feira (30) – 2ª dose para pessoas com 47 e 46 anos, que receberam a primeira dose da Pfizer no dia 28 de junho

* Sexta-feira (1º/10) – 2ª dose para pessoas com 45 e 44 anos, que receberam a primeira dose da Pfizer no dia 1º de julho

Nos bairros – das 10 às 15h

– Segunda-feira (27) – 3ª dose para idosos com 70 anos ou mais e para pessoas com imunossupressão

* Terça-feira (28) – 1ª dose para pessoas com 16 anos ou mais

* Quarta-feira (29) – 2ª dose para pessoas com 51 e 50 anos, que receberam a primeira dose da AstraZeneca nos dias 28 e 29 de junho

* Quinta-feira (30) – 2ª dose para pessoas com 49 e 48 anos, que receberam a primeira dose da AstraZeneca no dia 30 de junho 

* Sexta-feira (1º/10) – 2ª dose para pessoas com 47 e 46 anos, que receberam a primeira dose da AstraZeneca no dia 1º de julho

Documentação necessária

Para 1ª dose de adolescentes

– Documento de identidade;

– CPF ou Cartão SUS;

– comprovante de residência ou declaração de moradia assinado pelo proprietário; e,

– declaração assinada pelos pais ou responsável legal autorizando o jovem a receber a imunização.  

Declaração dos pais ou responsável legal

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que todos os jovens deverão apresentar a declaração que autoriza a imunização e, preferencialmente, devem comparecer com os pais ou responsável legal. Aqueles que não estiverem acompanhados, obrigatoriamente, deverão apresentar o documento preenchido e assinado. Assim como o comprovante de vacinação, a autorização também está disponível nos pontos de vacinação e poderá ser acessada no site do coronavírus para impressão. 

Para 2ª dose

– Documento de identidade; e,

– comprovante de vacinação para comprovar a 1ª dose.

Para 3ª dose

Idosos com 70 anos ou mais

– Documento de identidade; e,

– comprovante de vacinação para comprovar as duas doses ou esquema vacinal completo, com seis meses de intervalo desde a última aplicação.

Imunossuprimidos

– Documento de identidade; e,

– novo atestado padrão, confeccionado pela Prefeitura, disponível no site do coronavírus. Esse documento é diferente daquele exigido para a primeira dose do grupo de pessoas com comorbidades. Para emitir o documento, os pacientes devem se deslocar até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou algum outro serviço de saúde. A esse grupo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta que o intervalo entre a segunda ou a dose única, e a 3° dose, seja de 28 dias.

Veja os pontos de vacinação nos bairros

– Pelotas Parque Tecnológico – avenida Domingos de Almeida, 1.785 – Areal

– Colégio Pelotense – Auditório, entrada pela avenida Bento Gonçalves – Centro 

– Associação Rural – Casa da Amizade, avenida Fernando Osório, 1.754 – Três Vendas

– Paróquia São José, na avenida Duque de Caxias, 520, no Fragata

Orientações importantes

A SMS informa que é preciso aguardar o intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 e qualquer outra do esquema vacinal, incluindo a que protege da gripe, para garantir a imunização correta. 

Além disso, as pessoas que apresentarem sintomas gripais não devem comparecer na data marcada. O mesmo vale para quem tiver positivado para o coronavírus. É necessário aguardar 30 dias do início dos sintomas para receber a aplicação.

Continue Reading

Brasil & Mundo

Bolsonaro testa negativo para covid

Published

on

Bolsonaro testou negativo para Covid-19.

O resultado saiu neste domingo, após cinco dias de isolamento social, por orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O resultado do exame libera o presidente a cumprir agenda comemorativa em razão dos 1000 dias de mandato.

Na segunda, Bolsonaro deve celebrar a data com a inauguração de trecho de 10 quilômetros de asfalto.

PUBLICIDADE: Aurora, novo empreendimento da Idealiza Cidades no Parque Una

Continue Reading

Pandemia

UFPel adia início das disciplinas práticas

Published

on

O primeiro dia de aulas das disciplinas práticas, que estava programado para ocorrer no dia 4 de outubro, terá uma nova data para ocorrer: as atividades presenciais começarão no dia 18 de outubro. A medida busca garantir um período de 14 dias de quarentena para os estudantes que obtiverem a matrícula nos componentes curriculares entre a confirmação da matrícula e o início das aulas, especialmente para aqueles que precisam se deslocar de outros estados.

A nova data foi divulgada pela Pró-Reitoria de Ensino na tarde desta sexta-feira (24). Como o período de solicitação de matrícula ocorrerá a partir deste sábado (25), até terça-feira (28), e as homologações ocorrerão na quarta (29) e quinta-feira (30), a ideia é que os alunos matriculados tenham tempo de se deslocarem até Pelotas e ainda realizarem um período de isolamento social de 14 dias, de forma a evitar a circulação do coronavírus.

O dia 18 de outubro marcará então o início das atividades de 125 disciplinas teórico-práticas que tiveram suas propostas aprovadas por comissão especial do Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão (Cocepe) da UFPel. Por deliberação do mesmo conselho, somente poderão frequentar tais atividades estudantes que já tenham recebido pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19; a comprovação da imunização ocorrerá no momento da solicitação da matrícula. Alunos menores de 18 anos deverão ter pedido analisado pelo Cocepe e pelo Comitê Covid-19, visto que a vacinação dessa faixa etária ainda não está ocorrendo amplamente.

Manual sobre retorno

A Pró-Reitoria de Ensino disponibilizou um guia, tirando as principais dúvidas sobre o retorno dessas atividades presenciais na UFPel. Ele inclui informações como as principais datas desse calendário das disciplinas práticas, procedimentos em caso de contágio, além de trazer orientações sobre estágios obrigatórios e trabalhos de conclusão de curso.

O documento pode ser encontrado no link: Orientações aos estudantes.

Continue Reading

Em alta