Sindicato dos Comerciários não aceita horário estendido

O Sindicato dos Comerciários vai à Justiça contra a decisão anunciada pela prefeita Paula, de estender o horário de funcionamento do comércio até 23h como forma de desconcentrar a frequência de clientes e, com isso, reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus.

Segundo a direção da entidade, a decisão fere acordo laboral coletivo da categoria, que determina que o expediente não pode passar das 21h30, além de dificultar a volta para casa dos comerciários que dependem de ônibus.

A prefeitura informa que não recebeu intimação da justiça.

Diz ainda:

“O decreto nº 6351 permite a abertura do comércio, conforme o previsto no decreto estadual”.

2 thoughts on “Sindicato dos Comerciários não aceita horário estendido

  1. Acredito que o Decreto autorize o funcionamento do comércio até às 23h, mas não obrigue. Se há comerciários querendo ganhar um extra para trabalhar até mais tarde, por que não? E hoje há as empresas de transporte por aplicativo que funcionam 24h, muitas vezes saindo mais barato que uma passagem de ônibus.

  2. Esse decreto na minha opinião não tem lógica. Vai até as 23 hs,ferra os funcionários, pq não é ela q vai trabalhar e correr risco até tarde e pq fecha na segunda, mesmo? Q coisa ridicula? Segunda ninguém pode fazer compras de Natal? Tá perdida como sempre.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.