Dez novos leitos de UTI Covid passam a funcionar na Santa Casa

A partir desta quinta-feira (17), Pelotas passa a contar com mais dez leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Covid na Santa Casa de Misericórdia. A ampliação é resultado da parceria entre Prefeitura e o hospital, totalizando 30 vagas de UTI destinadas, exclusivamente, a pacientes suspeitos e positivos para coronavírus.

Conforme anunciado pela prefeita Paula Mascarenhas, na semana passada, o Município é responsável pelos leitos montados no espaço cedido pela Santa Casa. São dez UTIs provenientes de um kit hospitalar locado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O Poder Público também repassa um incentivo ao hospital, de R$ 20 mil por leito SUS, como já é feito para a Beneficência Portuguesa. A gestora municipal ressalta que a abertura dos novos leitos de UTI na Santa Casa ajudará a enfrentar o período crítico da pandemia vivido por Pelotas.

“É muito importante para que a rede de saúde tenha condições de prestar atendimento a quem a demande. Sabemos que esses leitos, em seguida, serão ocupados. Eles são importantes, mas não resolvem a situação toda. Por isso, continuamos pedindo às pessoas para que mantenham o isolamento, para que se cuidem. A situação é muito grave e nós precisamos da colaboração de toda a sociedade”, frisa Paula.

Dos dez leitos, seis são destinados para pacientes do SUS e quatro para pessoas com convênio de saúde.

Área e equipe

A direção da Santa Casa destaca que a área cedida pelo hospital, para receber os pacientes Covid, passou por adequações técnicas necessárias para realizar a montagem de uma unidade clínica de terapia intensiva. Além do espaço, a Santa Casa também é responsável pela equipe que realizará o atendimento dos internados. O grupo é composto por profissionais do quadro da instituição.

De acordo com a direção do hospital, todos se disponibilizaram a fazer parte da força-tarefa para ampliar os leitos Covid em Pelotas. No total, são 44 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeutas. O provedor do hospital, João Neves, explica que a iniciativa da Santa Casa, no enfrentamento ao coronavírus, é uma forma de retribuir à comunidade que sempre ajuda a instituição.

“A Santa Casa é um hospital dedicado e criado pela comunidade e não poderíamos nos omitir. Mantivemos contato com nossas equipes e elas se propuseram a fazer um trabalho a mais e, com ele, nós vamos tentar amenizar o problema. Estamos fazendo um esforço muito grande para atender a população. Nesse sentido, temos que elogiar a equipe que temos, que se colocou à disposição para mais esse desafio. Isso tudo em prol da comunidade que, como sempre, tem nos ajudado. Não podemos ficar sem dar uma resposta para ela”, salientou Neves.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.