Dois gaúchos são primeiros brasileiros a ser infectados por duas linhagens do coronavírus

“Dois jovens adultos do Rio Grande do Sul se tornaram os primeiros casos do Brasil de pessoas infectadas simultaneamente por duas linhagens diferentes do coronavírus”, diz O Globo.

“Uma das linhagens presentes nos dois casos é a P2, originada no Rio de Janeiro e que tem a temida mutação E484K. Essa mutação preocupa porque parece dar ao coronavírus a capacidade de escapar do ataque de anticorpos. Isso, em tese, poderia reduzir a eficácia de vacinas.”

O virologista Fernando Spilki, coordenador do estudo, explicou:

“A co-infecção mostra que há a possibilidade de recombinação de genomas do vírus. Esse mecanismo está na base da geração de novos coronavírus na natureza. Possivelmente, foi assim que o Sars-CoV-2 passou de morcegos para o ser humano (…). A geração de novas linhagens em pouco tempo é preocupante e a co-infecção abre caminho para que essas linhagens se combinem em pessoas infectadas. A recombinação é um processo conhecido em vírus, uma forma de evoluir e se adaptar.”

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.