Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Pandemia

Prefeitura se manifesta sobre surto de covid em clínica de idosos

Publicado

on

A Prefeitura de Pelotas informa a ocorrência de um surto de Covid-19 em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI), situada no Município.

A Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de (SMS) realizou uma intervenção no local, na sexta-feira (12), depois de agentes da vigilância terem lavrado um auto de infração e constatarem diversas irregularidades em uma vistoria realizada na quinta-feira (11), como o uso de copo de vidro em bebedouros, a utilização de toalhas de tecido nos banheiros, entre outros atos que contrapõem o Plano de Contingência de ILPIs.

No dia 1º/2 a SMS recebeu a declaração de um óbito como suspeito de Covid. No dia 3/2 saiu o resultado do PCR positivo. Desde este momento, a SMS iniciou as investigações na instituição e detectou funcionários positivados para a doença que não haviam sido informados para a vigilância epidemiológica municipal.

Após os resultados dos exames de PCR totalizaram então 40 idosos positivos, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já transferiu 32. Desses 32, cinco já receberam alta e voltaram para casa de familiares.

O Município realiza monitoramento diário na casa, de forma presencial. Foram registrados até segunda-feira (15), em consequência do surto de Covid, oito óbitos de idosos residentes do ILPI por coronavírus. As mortes ocorreram ao longo da última semana.

A SMS realizou testes rápidos e PCR nos 62 idosos da casa geriátrica e nos 41 funcionários do estabelecimento, pois durante a testagem dois idosos foram transferidos para UTI. A SMS precisou remover, no sábado (13), 26 pacientes positivos para o coronavírus para leitos do Centro Covid e de hospitais da cidade e seis nesta segunda-feira (15).

A ação teve como objetivo proteger os idosos e controlar o surto. Outros 22 residentes da casa, que negativaram para a doença permaneceram no local sob observação e ainda há oito positivos em isolamento que aguardam transferência.

A SMS também requisitou ao proprietário do ILPI, por meio de um termo de notificação, que afastasse imediatamente os funcionários com sintomas gripais, que garantisse o atendimento aos idosos negativados com os testes rápidos para a doença – que permaneceram no local -, promovessem a sanitização urgente da casa, além de regularizar imediatamente os apontamentos identificados pela vistoria da vigilância.

A ILPI também ficou com o dever de informar todos os familiares dos idosos da situação para que procedam, se assim entenderem, a transferência para outro local.

A SMS recebeu a informação de que a ILPI já contratou a empresa pra fazer a desinfecção, que deverá ser feita nesta terça-feira (16). O certificado da execução do serviço deverá ser apresentado à Vigilância Sanitária.

Ministério Público

A SMS já informou a situação ao Ministério Público (MP). Todos os relatórios e notificações produzidos pela Vigilância Sanitária e Epidemiológica serão repassados ao MP até quarta-feira (17).

A SMS desenvolve um trabalho permanente junto às ILPIs desde março de 2020, quando foi designada uma equipe exclusiva para prestar atendimento às ILPIs. Os acompanhamentos, pela SMS, são feitos permanentemente.

Também foi criado um grupo de WhatsApp para facilitar e agilizar a comunicação entre o Poder Público e estas instituições, que sempre foram reconhecidas como fundamentais para o controle desta pandemia.

Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Pandemia

Pelotas registra 107 novos casos de covid e duas mortes

Publicado

on

Pelotas registrou nesta terça, 19, 107 novos casos de covid-19 e duas mortes em decorrência da doença.

Infectados: idades entre 5 meses e 78 anos.

Mortes: Mulher de 86 anos e homem de 72 anos. A cidade soma, assim, 1168 mortes.

Até aqui são 47.470 casos de pessoas infectadas. 44.993 recuperados e 1.309 em isolamento.

Internações

65 pacientes (55,1% de ocupação de leitos).

14 em UTI ( 42,4% de ocupação).

51 em enfermaria (60% de ocupação).

Continue Reading

Pandemia

Covid-19 deixou 12 mil órfãos de até 6 anos no país, mostram cartórios

Publicado

on

Ao menos 12.211 crianças de até seis anos de idade no Brasil ficaram órfãs de um dos pais vítimas da covid-19 entre 16 de março de 2020 e 24 de setembro deste ano. Segundo a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), 25,6% das crianças de até seis anos que perderam um dos pais na pandemia não tinham completado um ano.

Já 18,2% tinham um ano de idade; 18,2%, dois anos de idade; 14,5%, três anos; 11,4%, quatro anos; 7,8% tinham cinco anos e 2,5%, seis anos. São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Ceará e Paraná foram os estados que mais registraram óbitos de pais com filhos nesta faixa etária.

Os dados foram levantados com base no cruzamento entre os CPFs dos pais nos registros de nascimentos e de óbitos feitos nos 7.645 cartórios de registro civil do país desde 2015, ano em que as unidades passaram a emitir o documento diretamente nas certidões de nascimento das crianças recém-nascidas em todo o território nacional.

Os números obtidos pela Arpen-Brasil, entidade que representa os cartórios de registro civil do Brasil e administra o Portal da Transparência, mostram que 223 pais morreram antes do nascimento de seus filhos, enquanto 64 crianças, até a idade de seis anos, perderam pai e mãe vítimas da covid-19.

“A base de dados dos cartórios tem auxiliado constantemente os poderes públicos, os laboratórios e os institutos de pesquisas a dimensionar o tamanho da covid-19 em nosso país e o fato de termos esta parceria com a Receita Federal para a emissão do CPF na certidão de nascimento dos recém-nascidos nos permitiu chegar a este número parcial, mas já impactante”, disse, em nota, o presidente da Arpen-Brasil, Gustavo Renato Fiscarelli.

Rio de Janeiro

No estado do Rio de Janeiro, ao menos 774 crianças de até seis anos de idade ficaram órfãs de um dos pais vítimas da covid-19 entre 16 de março de 2020 e 24 de setembro deste ano. Os dados foram levantados com base no cruzamento entre os CPFs dos pais nos registros de nascimentos e de óbitos feitos nos 168 cartórios de registro civil do estado.

Segundo o levantamento, no estado do Rio, 23 pais faleceram antes do nascimento de seus filhos, enquanto cinco crianças, até a idade de seis anos, perderam pai e mãe vítimas da covid-19.

“As diversas parcerias firmadas pelo Registro Civil permitiram realizar esse levantamento, unindo a base de dados dos cartórios de registro civil, o que tem nos proporcionado dimensionar o tamanho do impacto da covid-19 no Rio de Janeiro. O resultado de levantamentos como esse indica caminhos para que os poderes públicos possam ser mais assertivos na resolução de questões que envolvem a cidadania e a dignidade daqueles que ficaram órfãos”, afirmou o presidente da Arpen/RJ, Humberto Costa.

Continue Reading

Brasil & Mundo

Brasil tem menor média móvel de mortes na pandemia

Publicado

on

Em 19 de abril de 2021 o Brasil registrou a maior média móvel de morte em decorrência da covid-19: cerca de 3 mil óbitos diários. Hoje (19), exatos seis meses após o ápice, o Ministério da Saúde informa que a vacinação em massa contra a doença surtiu efeito. Segundo a pasta, a queda no número de óbitos foi de quase 90% – tendência que se acumula desde junho.

O boletim divulgado na noite de ontem (18) mostra que a média móvel de mortes está em 379,5, acompanhada pela queda expressiva também no número de novos casos da doença, que está em 12,3 mil ao dia.

“Nós temos um Sistema Único de Saúde (SUS) forte, com mais de 38 mil salas de vacinação, capaz de vacinar mais de 2 milhões de brasileiros e um governo extremamente preocupado com a vida. Por isso, adquiriu mais de 550 milhões de doses de vacinas [contra a] covid-19, investiu bilhões com habilitação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) e vacinou mais de 90% da população brasileira com a primeira dose. Vacina é a saída para acabar com o caráter pandêmico da doença. Só assim vamos retornar para o nosso normal”, afirmou em nota o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Assista na TV Brasil


Segundo Queiroga, o sucesso da ampla campanha de vacinação deve se estender para 2022 com a compra antecipada de 354 milhões de doses de vacinas aprovadas no país. O plano de vacinação para 2022 foi apresentado no início do mês de outubro.

“Nós já temos asseguradas mais de 300 milhões de doses para vacinar a nossa população. É uma vacinação um pouco diferente do que aconteceu em 2021, porque não é uma vacinação primária. Mas, o mais importante é: teremos doses de vacinas para todos”, declarou Queiroga.

O painel de vacinação do Ministério da Saúde mostra que mais de 108 milhões de brasileiros já cumpriram integralmente o esquema vacinal. Essa população corresponde a 68% do público-alvo da campanha do Programa Nacional de Imunização (PNI). A ferramenta informa, ainda, que 3,6 milhões de pessoas já tomaram a dose de reforço, recomendada para pessoas acima de 60 anos, imunossuprimidos (aqueles cujos mecanismos normais de defesa contra infecção estão comprometidos) e profissionais de saúde.

Continue Reading

Em alta