Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Pandemia

Final de semana será de drive-thru para vacinação de pessoas acima de 85 anos

Publicado

on

A Prefeitura de Pelotas ampliará, a partir deste fim de semana, a vacinação contra a Covid-19 em idosos e profissionais de saúde na ativa no Município. O cronograma inicia-se no sábado (13), quando será aplicada a segunda dose nas pessoas com 85 anos ou mais, vacinadas, na primeira etapa, no dia 13 de fevereiro. A imunização ocorrerá no sistema drive-thru, na Reitoria do IFSul, das 9 às 17h. No domingo (14), segunda-feira (15) e terça-feira (16), será a vez dos idosos com 79, 78 e 77 anos, respectivamente, receberem a primeira aplicação no Centro de Eventos da Fenadoce, das 9 às 17h.

A prefeita Paula Mascarenhas explicou que, a partir de domingo, todos os drive-thrus passarão a ser realizados no Centro de Eventos, em razão da estrutura que o local possui.

“Será o nosso Centro de Vacinação para drive-thru. As pessoas não têm motivo para passar a noite em fila. Temos vacinas suficientes para atender a todos os grupos anunciados. Quem não puder ir no domingo, por exemplo, pode comparecer nas escolas definidas como pontos de vacinação durante a semana, para receber a primeira dose da vacina”, explicou Paula.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta que, para serem imunizados no drive-thru do IFSul, os idosos devem apresentar carteira de vacinação e um documento de identidade. Nas demais ações, nas quais essas pessoas serão imunizadas pela primeira vez contra o coronavírus, os documentos solicitados são a identidade e o comprovante de residência. Caso o idoso apresente sintomas gripais, a SMS orienta que não compareça para ser imunizado.

Confira o cronograma

* Sábado (13) – Aplicação da segunda dose da vacina para os idosos com 85 anos ou mais. Local: Reitoria do IFSul (rua Gonçalves Chaves, 3.218, próximo ao Instituto Estadual de Educação Assis Brasil). Horário: das 9 às 17h. Documentos: carteira de vacinação e um documento de identidade.

* Domingo (14) – Aplicação da primeira dose da vacina para os idosos de 79 anos. Local: Centro de Eventos, com entrada pela avenida Pinheiro Machado. Horário: das 9 às 17h. Documentos: identidade e comprovante de residência.

*Segunda-feira (15) – Aplicação da primeira dose da vacina para os idosos de 78 anos. Local: Centro de Eventos, com entrada pela avenida Pinheiro Machado. Horário: das 9 às 17h. Documentos: identidade e comprovante de residência.

*Terça-feira (16) – Aplicação da primeira dose da vacina para os idosos de 77 anos. Local: Centro de Eventos, com entrada pela avenida Pinheiro Machado. Horário: das 9 às 17h. Documentos: identidade e comprovante de residência.

A SMS informou que a ampliação da faixa etária dos idosos será possível pela chegada de uma nova remessa, com cerca de 7.200 doses da vacina, que também tornará viável a continuação do processo para os profissionais de saúde durante a próxima semana.

2ª dose para idosos com mais de 85 anos nas UBSs

Os idosos com 85 anos ou mais, que não puderem comparecer ao drive-thru de sábado, para receber a segunda dose da CoronaVac, não precisam se preocupar. A partir de quarta-feira (17), poderão se dirigir as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) indicadas, para dar continuidade à imunização, das 10 às 15h. O processo segue na quinta (18) e na sexta-feira (19).

Confira os endereços das UBSs

* UBS Bom Jesus – avenida Itália, 350, Areal – das 10 às 15h

* UBS Guabiroba – rua Doutor Arnaldo da Silva Ferreira, 352, Fragata – das 10 às 15

* UBS Laranjal – rua São Borja, 683, Laranjal – das 10 às 15h

* UBS Salgado Filho – avenida Senador Salgado Filho, 912, Três Vendas – das 10 às 15h

Segue a 1ª dose para idosos de 79, 78 e 77 anos

Quem não conseguir comparecer às ações de drive-thru de domingo até terça-feira, direcionadas aos idosos de 79, 78 e 77 anos, respectivamente, terá outra oportunidade para receber a primeira dose da vacina. Na quarta-feira (17), serão imunizadas pessoas com 79 anos, nas escolas definidas pela Prefeitura (que serão informadas até segunda-feira), para receber a campanha de vacinação. Na quinta-feira (18), será a vez de aqueles com 78 anos receberem o imunizante. Por fim, na sexta-feira (19), tomará a vacina quem tiver 77 anos. A ação ocorrerá das 10 às 15h.

Grupo dos profissionais de saúde também é ampliado

Na segunda e na terça-feira, o grupo prioritário de vacinação dos profissionais de saúde também será ampliado. Começam a receber a primeira dose da vacina todos os trabalhadores na ativa, que atuam na área, e têm entre 18 e 60 anos. Nesta etapa, os profissionais devem comparecer ao prédio do Campus Pelotas do IFSul, com entrada pelo estacionamento na rua Jornalista Candido de Mello. Não podem esquecer de apresentar o comprovante de residência, o do Conselho da categoria ou a comprovação que atuam em um serviço de saúde, e o cartão SUS – esse é opcional.

A partir de quarta-feira, será a vez dos profissionais de saúde, entre 18 e 60 anos, receberem a segunda aplicação da vacina. Da mesma forma que ocorreu nos dias anteriores, o grupo deve se dirigir ao Campus Pelotas do IFSul, também portando os documentos solicitados.

Acompanhe o cronograma dos profissionais da saúde

* Segunda (15) e terca-feira (16) – primeira dose para todos os profissionais de saúde, na ativa, entre 18 e 60 anos – Campus Pelotas do IFSul, com entrada pela rua Jornalista Cândido de Mello – das 9 às 17h. Documentos: comprovante de residência, do Conselho da categoria ou de que atuam em serviço de saúde, e cartão SUS (opcional).

* Quarta (17) e quinta-feira (18) – segunda dose para profissionais de saúde, na ativa, entre 18 e 60 anos, que receberam a primeira nessas mesmas datas no mês de fevereiro – Campus Pelotas do IFSul, com entrada pela rua Jornalista Cândido de Mello – das 9 às 17h. Documentos: comprovante de residência, do Conselho da categoria ou de que atuam em serviço de saúde, e cartão SUS (opcional).

A SMS informa que o número de doses disponibilizado para essa etapa da vacinação dos profissionais de saúde é limitado.

Vacinação de idosos acamados

De acordo com a programação da SMS, de segunda a sexta-feira da próxima semana, também continua a vacinação dos idosos acamados, com 85 anos ou mais. Serão aplicadas as primeiras e segundas doses da vacina nas pessoas cadastradas, que ainda aguardam a visita da equipe de vacinadores e, também, naqueles que já estão em tempo de receber a segunda aplicação. Mais informações sobre a imunização de acamados podem ser obtidas pelo telefone (53) 3284-7714.

Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Pandemia

Covid: Governo alerta pela segunda vez para aumento da contaminação em Pelotas

Novamente Pelotas foi notificada, para que possa controlar a propagação do vírus na região.

Publicado

on

Em reunião na tarde desta quarta-feira (27/10), o Gabinete de Crise decidiu emitir um segundo alerta a Pelotas, pelo aumento da contaminação pela covid na cidade. Alerta pela segunda semana consecutiva.

O governo também autorizou mudanças nos protocolos de competições esportivas, com liberação parcial das arquibancadas, e das escolas gaúchas, autorizando o retorno obrigatório às aulas presenciais para estudantes da Educação Básica.

As outras 20 regiões não receberam Avisos ou Alertas.

PUBLICIDADE

Clique aqui para um tour pela Escola Mario Quintana

https://marioquintana.com.br/tourvirtual/

• Acesse dados e históricos das regiões Covid.

O alerta, que o governo chama de Aviso (são sinônimos) é o primeiro passo do Sistema 3As de Monitoramento, com o qual o governo do Estado gerencia a pandemia no Rio Grande do Sul. Conforme os técnicos do GT Saúde, Pelotas apresentou piora em alguns indicadores em relação à semana anterior, por isso recebeu novamente a notificação, para que possa controlar a propagação do vírus na região.

Na região Covid de Pelotas (R21), entre os dados que levaram à emissão da notificação, está a incidência de 160,1 novos casos confirmados por 100 mil habitantes na última semana, patamar acima do dobro da média estadual. A região ainda apresenta tendência de crescimento nesse indicador, que há duas semanas estava no nível de 87,4, impactando em um aumento de 83,2% em 13 dias.

No indicador de ocupação de leitos clínicos, Pelotas apresenta aumento contínuo no número de internados, atingindo 48 confirmados e 14 suspeitos (62 no total) nesta semana. Aumento de 48%, entre confirmados e suspeitos, em um mês.

Quanto às UTIs, a região também apresenta crescimento e estava com 21 casos confirmados e 15 suspeitos na terça-feira (26/10) – elevação de 111,76% em menos de um mês.

O Gabinete de Crise ainda debateu alguns pedidos e demandas setoriais em relação a protocolos vigentes. Entre os quais, o pedido dos clubes de futebol da capital – Grêmio e Internacional –, para abertura das arquibancadas, sem demarcação de assentos, para as torcidas organizadas.

A equipe de governo entendeu que é possível atender à solicitação nos estádios da Arena do Grêmio e do Beira-Rio, em caráter experimental, nos termos solicitados pelos clubes e respeitando as especificidades destes. O limite de 30% de ocupação dos estádios – que é o protocolo vigente para competições esportivas com mais de 2,5 mil pessoas – segue sem alteração. A autorização excepcional será informada aos dois clubes e passa a valer de forma imediata.

Por fim, o Gabinete de Crise decidiu acatar o pedido da Secretaria da Educação (Seduc) para que o retorno presencial às aulas se torne obrigatório aos estudantes da Educação Básica (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) e todas as redes de ensino do Rio Grande do Sul (estadual, municipais e privadas).

“As crianças e adolescentes não estão isolados em casa. Estão interagindo e participando da sociedade. Portanto, não adianta apenas restringir a interação deles na escola. A escola é onde muitos têm acesso à alimentação e onde o processo de aprendizagem é mais efetivo. Neste momento, em que os indicadores estão estáveis, e até caindo, e que a vacinação aumenta em ritmo acelerado, os efeitos colaterais de termos um ensino fragilizado são mais graves do que a própria doença. Por isso, como nos tratamentos médicos, é preciso ajustar a dose do medicamento ao estágio da doença”, afirmou o governador Eduardo Leite, que coordenou o Gabinete de Crise.

PUBLICIDADE

A solicitação de retorno de todos os estudantes no regime presencial também foi feita pelos representantes das redes municipais e particulares no Centro de Operações e Emergência em Saúde (COE) Estadual, que conta com a presença de representantes da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação do RS (UNCME/RS), do Conselho Estadual de Educação (CEEd), da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e do Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe).

Além disso, em reunião com Ministério Público, foi pontuada a importância e o compromisso para que todas as crianças e jovens voltem a frequentar a escola de maneira presencial, para mitigar os efeitos da pandemia na educação. Entre os argumentos, o fato de que muitos alunos não voltaram aos estudos e que o processo de ensino aprendizagem é mais efetivo com o estudante presente em sala de aula, como apontam estudos.

O Gabinete de Crise decidiu aprovar o retorno presencial obrigatório na Educação Básica, desde que sejam garantidos os protocolos sanitários vigentes. Na avaliação da equipe de governo, tendo em vista a queda das taxas de contaminação e hospitalizações e o avanço da vacinação no RS, o momento é propício para a retomada das aulas presenciais.

Em casos de excepcionalidade, como condições médicas específicas e comorbidades, será autorizada a continuidade das atividades escolares do estudante em regime remoto. O detalhamento dessas exceções será debatido entre as equipes das secretarias da Educação e Saúde e posteriormente publicadas em decreto.

“A escola não é foco de contaminação, ela reflete a condição da comunidade em que está inserida. Precisamos desse retorno pela questão pedagógica, cada dia é importante para os estudantes. Quanto mais tempo sem a escola, mais difícil é trazer os jovens de volta”, disse a secretária da Educação, Raquel Teixeira.

As mudanças autorizadas deverão ser detalhadas e oficializadas pelo governo do Estado.

Continue Reading

Especial

PELOTAS TEM UMA NOVA MORTE POR COVID E 150 INFECTADOS

Números confirmam tendência de alta da contaminação e alerta da UFPel

Publicado

on

Pelotas registrou mais uma morte por covid nesta quarta, 27.

Mulher de 78 anos.

A cidade registrou 150 infectados nas últimas 24 horas, confirmando a tendência de alta da contaminação e o alerta feito pelo Comitê Covid da UFPel.

Pelotas tem 67 pessoas internadas, 56,8% de ocupação. Pessoas de 4 meses a 88 anos de idade.

25 em leitos de UTI, 75,8% de ocupação.

42 em enfermaria, 49,4% de ocupação.

Contando o óbito de hoje, 1.180 morreram pela doença na cidade.

***

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Clique aqui para um tour pela Escola Mario Quintana

https://marioquintana.com.br/tourvirtual/

Continue Reading

Pandemia

UBS Cohab Fragata retoma atendimentos após desinfecção

Unidade foi desinfetada e volta à rotina com profissionais que tiveram resultado negativo nos testes de coronavírus

Publicado

on

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Cohab Fragata, com atendimento suspenso desde a sexta-feira (22), devido a resultados positivos para coronavírus em alguns profissionais e a manifestações de sintomas gripais em outros, retornou às atividades na tarde desta terça-feira (26).

PUBLICIDADE

As instalações da UBS passaram por desinfecção e foram recebidos os laudos que faltavam de todos os profissionais testados. Três acusaram positivo e foram afastados em quarentena.

Os demais, negativaram para a Covid-19 e seguem em atividade garantindo os atendimentos aos usuários do sistema.

PUBLICIDADE

Clique aqui para um tour pela Escola Mario Quintana

https://marioquintana.com.br/tourvirtual/

Continue Reading

Em alta