Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Cultura & entretenimento

Cinema: Eu me importo. Por Déborah Schmidt

Publicado

on

Marla Grayson (Rosamund Pike) é uma renomada guardiã legal que atende pessoas idosas e ricas. Ela convence juízes a passarem todos os bens dessas pessoas para ela, alegando que as mesmas não conseguem mais tomar conta de si próprias. Sua mais nova vítima, aparentemente perfeita, é Jennifer Peterson (Dianne Wiest), uma senhora que guarda segredos perigosos.

Peter Dinklage e Rosamund Pike

Por mais absurdo que o golpe pareça, a trama se resume basicamente no aprisionamento e roubo de idosos através de um sistema de curadoria bancado pelo Estado.

Dirigido e roteirizado por J. Blakeson, o filme não tem a intenção de explorar os dilemas morais e/ou éticos de sua protagonista, preferindo muito mais acompanhar o jogo de gato e rato entre Marla e o misterioso Roman Lunyov (Peter Dinklage), que não desistem de seus objetivos, mesmo diante de situações extremas. Aliás, os inúmeros perigos e tentativas de assassinato sofridos por Marla a transformam, inexplicavelmente, em uma guerreira implacável. Muitas vezes forçado, o enredo apresenta um final abrupto e mal desenvolvido.  

Após interpretar Amy em Garota Exemplar, Rosamund Pike se destaca em mais uma performance fria e arrepiante, que lhe rendeu o Globo de Ouro de Melhor Atriz em Comédia ou Musical. Como uma predadora, Marla é ambiciosa, manipuladora, rígida e sem nenhuma compaixão ou empatia pelos idosos que prende em asilos para depois roubá-los. Outros nomes, como o já citado Peter Dinklage, Eiza González e Dianne Wiest também fazem parte do elenco e possuem seus momentos de destaque.  

Obscuro e irregular, Eu me Importo encontra no humor negro e na atuação de Rosamund Pike suas únicas qualidades.

Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Cultura & entretenimento

O tema da vida

Publicado

on

“Não precisei ir aos livros para saber que o tema da vida é conflito e dor. Instintivamente, todas as minhas bufonadas se baseavam nisso: colocar as criaturas em dificuldades e fazê-las sair delas”.

Charles Chaplin.

Chaplin em Ombro, Armas

Continue Reading

Cultura & entretenimento

Baldwin foi informado de que arma era segura

Publicado

on

A arma com que Alec Baldwin matou Halina Hutchins, diretora do filme Hust, rodado em Santa Fé, nos EUA, foi entregue a ele por um assistente de direção.

O homem teria dito que a pistola era segura, segundo a polícia.

O diretor assistente Dave Halls não sabia que a arma tinha munição de verdade e afirmou que ela não estava carregada gritando “arma fria”, segundo o documento judicial.

PUBLICIDADE

Continue Reading

Cultura & entretenimento

Gel de garrafa térmica

Publicado

on

Estamos vivendo mesmo tempos difíceis.

Outro dia, em um vídeo do Reels, uma pessoa, no balcão de uma mercearia, tentou espremer gel higienizador da covid de uma garrafa térmica.

Enganou-se de recipiente, ardeu nas mãos.

Tem que ter resiliência de Kung Fu.

PUBLICIDADE

Clique aqui para um tour pela Escola Mario Quintana

https://marioquintana.com.br/tourvirtual/

Continue Reading

Em alta