Spray nasal, não testado em humanos, é aprovado em Israel e na Nova Zelândia

Um spray nasal que promete combater o novo coronavírus foi aprovado para venda em Israel e na Nova Zelândia, informa nesta segunda-feira (22) o The Times of Israel.

A inventora do spray Enovid, Gilly Regev, sustenta que o spray pode ser usado para prevenção de qualquer infecção respiratória viral. Ela é uma das fundadoras da empresa SaNOtize, fabricante do Enovid.

O Ministério da Saúde israelense forneceu aprovação provisória para venda do Enovid para maiores de 12 anos. A fábrica da SaNOtize deve produzir de 200 mil a 500 mil unidades até maio.

Regev reconheeceu ao jornal israelense que os experimentos com Enovid ocorreram fora do corpo humano, em tubos de ensaio, e portanto não comprovam a eficácia do spray em pessoas.

Uma comitiva liderada pelo presidente Jair Bolsonaro viajou a Israel no começo deste março para conhecer o spray.

PUBLICIDADE

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.