Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Pandemia

Novo decreto traz determinações acerca de celebrações religiosas

Publicado

on

Nos dias 28 de março e 3 e 4 de abril, a realização de missas e cultos presenciais está permitida em Pelotas

A Prefeitura de Pelotas publicou, nesta sexta-feira (26), o Decreto 6.387/2021, com a finalidade instituir medidas relativas à realização de missas e cultos religiosos, no Município, em dias determinados, como medida de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

De acordo com o regramento municipal, está permitida, nos dias 28 de março (domingo) e nos dias 3 e 4 de abril (sábado e domingo), a celebração de missas e cultos religiosos, respeitando o horário de fechamento total das atividades, que se dá entre as 20h e 5h. É indispensável, também, seguir os protocolos de distanciamento social e o teto de ocupação, conforme as seguintes descrições:

– em templos de até 30 metros quadrados, serão permitidas até sete pessoas;

– em templos de 31 a 100 metros quadrados, serão permitidas até 15 pessoas;

– em templos de 101 a 200 metros quadrados, serão permitidas até 20 pessoas; e,

– em templos maiores que 200 metros quadrados, serão permitidas até 30 pessoas.

Na segunda-feira (29), na terça (30) e na quarta-feira (31), estão proibidas as celebrações religiosas presenciais em Pelotas, independentemente do horário.

O Decreto também concede permissão para a prática de transmissões ao vivo nas plataformas digitais. As lives podem ser feitas, inclusive, durante os períodos de lockdown, desde que não tenham aglomeração de pessoas – que permanece vedada em todos os casos.

O decreto

PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS
GABINETE DA PREFEITA
DECRETO Nº 6.387, DE 26 DE MARÇO DE 2021.

Ratifica o estado de calamidade pública em todo o território do município de Pelotas para fins de prevenção e
de enfrentamento à epidemia causada pelo novo coronavírus, adota medidas relativas à realização de missas
e cultos religiosos em dias determinados, e dá outras providências.

A PREFEITA DE PELOTAS, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHE SÃO CONFERIDAS PELA LEI ORGÂNICA MUNICIPAL;

D E C R E T A:

Art. 1º Este Decreto ratifica o estado de calamidade pública em todo o território do município de Pelotas para fins de prevenção e enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus e adota medidas relativas à realização de missas e cultos religiosos em dias determinados.

Art. 2º Fica permitida a realização de missas e cultos religiosos, no dia 28 de março e nos dias 03 e 04 de
abril do corrente ano, observada a vedação de funcionamento no horário compreendido entre as 20 h e 05 h,
bem como, os protocolos de distanciamento social e teto de ocupação, conforme segue:

I – em templos de até 30 m², serão permitidas até 07 (sete) pessoas;
II – em templos de 31 m² a 100 m², serão permitidas até 15 (quinze) pessoas;
III – em templos de 101 m² a 200 m², serão permitidas até 20 (vinte) pessoas;
IV – em templos maiores que 200 m², serão permitidas até 30 (trinta) pessoas.

Parágrafo único. Em virtude da permissão contida no caput deste artigo, nos dias 29, 30 e 31 de março do
corrente ano, fica vedada a realização de missas e cultos religiosos no Município de Pelotas,
independentemente do horário de realização.

Art. 3º Fica permitida a realização de “lives” nas plataformas digitais, inclusive durante os períodos de
lockdown, sendo vedado, em todos os casos, a aglomeração de pessoas.

Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Gabinete da Prefeita de Pelotas, 26 de março de 2021.
Paula Schild Mascarenhas
Prefeita
Registre-se. Publique-se.
Fábio Silveira Machado
Secretário de Governo e Ações Estratégicas

Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Brasil & Mundo

Pela 1ª vez Face e Insta derrubam live em que Bolsonaro associou Aids à vacina da Covid

O vídeo não está mais disponível nem no Facebook nem no Instagram

Publicado

on

Na noite deste domingo (24), o Facebook derrubou a live semanal de Jair Bolsonaro transmitida na última quinta-feira (21). O vídeo não está mais disponível nem no Facebook nem no Instagram.

De acordo com a empresa, o motivo para a exclusão foram as políticas relacionadas à vacina da Covid-19. “Nossas políticas não permitem alegações de que as vacinas de Covid-19 matam ou podem causar danos graves às pessoas”, informa a Folha.

Bolsonaro afirmou durante live em 21 de outubro que “vacinados [contra a Covid] estão desenvolvendo a síndrome da imunodeficiência adquirida [Aids]”. Ele leu uma notícia falsa alertando para o suposto perigo. 

Médicos afirmam que a associação entre a vacina contra o coronavírus e a transmissão do HIV, o vírus da Aids, é falsa e inexistente.

Esta é a primeira vez que a empresa remove uma live semanal de Jair Bolsonaro. 

PUBLICIDADE

Clique aqui para um tour pela Escola Mario Quintana

https://marioquintana.com.br/tourvirtual/

Continue Reading

Brasil & Mundo

51,2% dos brasileiros vacinados com duas doses

Quase 153 milhões de pessoas tomaram a primeira dose, o que representa 71,7% da população

Publicado

on

O Brasil alcançou neste sábado, 23, 109 milhões de pessoas vacinadas com a segunda dose ou a dose única de vacinas contra a Covid, de acordo com o consórcio de veículos de imprensa. 

Receberam duas doses ou a vacina de dose única 109.217.821 pessoas, ou 51,2% da população.

Quase 153 milhões de pessoas tomaram a primeira dose, o que representa 71,7% da população.

Continue Reading

Brasil & Mundo

Vacina da covid não causa Aids, como disse “o outro”

Publicado

on

Continue Reading

Em alta