Pedro Hallal recebe Medalha do Mérito Farroupilha

O ex-reitor e epidemiologista da UFPel Pedro Hallal, coordenador da pesquisa Epicovid-19, o maior estudo sobre coronavírus no País, recebeu, da Assembleia Legislativa do RS, a Medalha do Mérito Farroupilha, principal distinção conferida pelo Parlamento Gaúcho. Proposta pelo deputado Zé Nunes, a homenagem ocorreu de forma híbrida, na tarde desta terça-feira (6), na Sala da Presidência da ALRS.

Pedro Hallal

Hallal, agradecendo a homenagem, ressaltou que se trata de uma vitória coletiva, da Região Sul, de Pelotas, da UFPel, da Escola Superior de Educação Física, da Ciência e da Educação. Em relação à pandemia no país, lembrou que o Brasil perdeu mais de 330 mil vidas. “Pelo menos, 250 mil poderiam ter sido salvas se não fosse a negativa do governo federal em seguir as orientações científicas”, sublinhou.

O ex-reitor e epidemiologista é graduado em Educação Física e possui mestrado e doutorado em Epidemiologia pela Universidade Federal de Pelotas. Realizou estágio pós-doutoral no Instituto de Saúde da Criança da Universidade de Londres e, em 2011, venceu o prêmio Wellcome Trust Young Investigator, com o qual obteve financiamento para suas pesquisas sobre efeitos da inatividade física na saúde. Foi o mais jovem professor a conduzir uma instituição federal de Ensino Superior no país e também o mais jovem afiliado da Academia Brasileira de Ciências.

O deputado Zé Nunes disse que a homenagem é à Ciência, ao conteúdo intelectual e à Democracia. Ele afirmou que Hallal conferiu destaque ao Rio Grande do Sul no cenário nacional pelo seu trabalho no enfrentamento à pandemia e representa uma voz importante na luta pela autonomia universitária e pela democracia.

O presidente da Assembleia Legislativa, Gabriel Souza, disse que é um orgulho para o Parlamento gaúcho entregar a Medalha do Mérito Farroupilha a um cientista, especialmente, num momento de pandemia causada por uma doença que ainda está sendo conhecida.

O governador Eduardo Leite lembrou que o trabalho de Hallal colaborou  para que sua gestão entendesse a evolução da crise sanitária no Rio Grande do Sul e analisasse causas, consequências e alternativas disponíveis.

A cerimônia teve a presença, de forma virtual, de diversas autoridades e lideranças e de integrantes da comunidade acadêmica.

Pela UFPel, manifestou-se a reitora Isabela Fernandes Andrade, referindo-se a Hallal como um dos maiores pesquisadores da Universidade, relatando feitos da gestão do homenageado na Reitoria e o seu trabalho na coordenação da pesquisa sobre a Covid. Também presente virtualmente no ato o reitor eleito e pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento da Universidade, Paulo Ferreira Júnior.

O ex-ministro da Educação Fernando Haddad se manifestou também virtualmente, ressaltando que a “contribuição de Hallal ao Brasil está só começando”. “Soube da ameaça que pairava sobre o Brasil antes de todos. Soube resistir às trevas em que nosso País está mergulhado e a colocar a Ciência acima de interesses pessoais. Estás entre os que serão capazes de reconstruir nossa nação”, disse.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.