Novas doses chegam e idosos de 61 e 62 anos serão vacinados

Com a chegada de nova remessa de doses, a Prefeitura de Pelotas avança ainda mais na faixa etária de imunização contra o coronavírus. Neste sábado (10), serão vacinados os idosos a partir de 62 anos. No domingo (11), será a vez de quem tem 61 anos ou mais. A aplicação da vacina será, novamente, pelo sistema drive-thru, das 9 às 17h, no Centro de Eventos. Na próxima semana, segue nas sete escolas municipais selecionadas das 10 às 15h.

Confira a programação do drive-thru

– Sábado (10) – idosos com 62 anos ou mais – 2.600 doses disponíveis

– Domingo (11) – idosos com 61 anos ou mais – 2.600 doses disponíveis

Vacinação nas escolas

Quem não puder ir até o drive-thru, no fim de semana, poderá buscar a imunização numa das sete escolas municipais, na quarta (14) e na quinta-feira (15), da semana que vem, das 10 às 15h, conforme programação.

– Quarta-feira (14) – idosos de 62 anos ou mais – mil doses

– Quinta-feira (15) – idosos de 61 anos ou mais – mil doses

Confira as escolas

– EMEF Balbino Mascarenhas – rua Cândido Augusto de Mello, 415 (Simões Lopes)

– Colégio Pelotense – rua Marcílio Dias, 1.597 (Centro)

– EMEF Ministro Fernando Osório – avenida Fernando Osório, 1.522 (Três Vendas)

– EMEF Ferreira Viana – rua João Tomaz Munhoz, s/n° (São Gonçalo)

– EMEF Afonso Vizeu – rua Francisco Moreira, 285 (Areal)

– EMEF Francisco Caruccio – rua Leopoldo Brod, 3.220 (Três Vendas)

– EMEF Francisco Barreto – rua Triunfo, 2.257 (Laranjal)

Documentação – tanto no drive-thru quanto nas escolas

– Documento de identidade

– Cartão SUS ou CPF

– Comprovante de residência

Agilidade garantida com o formulário

O formulário de vacinação pode ser levado previamente preenchido pelos idosos, tanto nos drive-thrus quanto nas escolas. Ele está disponível para download, no hotsite do coronavírus, na aba ‘Formulário de Vacinação’.

Quem optar por levar o documento precisa responder às questões que se encontram nas caixas com a indicação “preenchimento em letra de forma pelo paciente”. É importante ressaltar que não se trata de uma obrigação do cidadão, mas uma forma do poder público agilizar o acesso da população à vacina.

Importante saber antes de se vacinar

A SMS alerta para os casos que devem apresentar atestado médico na hora de receber o imunizante. São eles:

– portadores de doenças reumáticas imunomediadas;

– pacientes oncológicos, transplantados ou demais casos de imunossuprimidos; e,

– pessoas que apresentaram reação anafilática confirmada a uma dose anterior de vacina Covid-19 ou a qualquer componente dos imunizantes.

Além disso, quem faz uso de imunoglobulina humana deve se vacinar com, pelo menos, um mês de intervalo entre a administração da imunoglobulina e o imunizante, a fim de evitar que ocorra interferência na resposta imunológica. Não devem ser vacinadas as pessoas que apresentarem sintomas gripais ou demais doenças febris nas últimas quatro semanas.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.