Paula: “Não temos mais como ampliar leitos de UTI. Não temos mais equipes de profissionais de saúde”

Em live nesta segunda-feira (26), prefeita Paula Mascarenhas pediu que a população intensifique as medidas preventivas como forma de evitar ações mais restritivas de enfrentamento à pandemia.

Segundo ela, existe uma leve redução nos números relacionados a casos positivos de infectados, assim como de internações em leitos de Enfermaria. Mas a situação nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs), segundo ela, ainda é preocupante.

“Não temos queda de internação nas UTIs. Temos, todos os dias, fila de espera por leito. É doloroso e preocupante. A gente precisa estancar essas perdas”, disse, ao pedir ajuda coletiva na intensificação dos protocolos sanitários – uso obrigatório de máscara, higiene das mãos e isolamento social.

Ao solicitar ajuda da população, a prefeita explicou que, historicamente, a pandemia tem se agravado na Zona Sul sempre depois de outras regiões gaúchas e esse comportamento epidemiológico se repete quando a curva de contágio se estabiliza ou decresce. Essa realidade, segundo Paula, pode fazer com que as pessoas deixem de ser rigorosas com as medidas preventivas.

Paula disse que, sem a adoção intensa dos protocolos pela comunidade em geral, serão necessárias medidas mais restritivas. 

“Não temos mais como ampliar leitos de UTI. Não temos mais equipes de profissionais de saúde. Precisamos contar com a colaboração de cada pelotense. Se a gente não ver melhoras nesses números, nos próximos dias, teremos que tomar medidas mais drásticas. Estamos com as atividades econômicas andando, mas estamos em bandeira preta. Faço esse apelo para que, mais adiante, não seja necessário lançar mais restrições. Confio que as pessoas possam praticar isolamento social de forma consciente, voluntária”.

Sem volta às aulas presenciais

Ainda durante a transmissão ao vivo, a gestora municipal explicou que as escolas municipais permaneceram fechadas, nesta segunda-feira, devido ao luto pela perda da diretora. Mas, confirmou que as instituições não retornarão às aulas presenciais por enquanto. “Vamos discutir com as equipes diretivas o momento certo. Não temos todas as escolas vistoriadas pela Vigilância Sanitária. Vamos decidir a volta na próxima semana e seguir lutando para vacinar os professores, o que é fundamental para que tenhamos mais segurança nesse retorno”, disse.

Calendário de vacinação já divulgado está confirmado

Ao falar sobre a necessidade da população de auxiliar na prevenção e controle do contágio pelo coronavírus, Paula também destacou a vacinação como outra ferramenta de enfrentamento à pandemia. Ela explicou que Pelotas só anuncia o calendário de doses a serem aplicadas após a chegada ao Município e contagem das mesmas. A prefeita também relembrou o cronograma já divulgado para os próximos dias (acesse aqui e confira).

“Aqui em Pelotas, só anunciamos calendário de vacinas quando temos as doses conosco. Para seguir com a segunda dose ou ampliar para outros segmentos, dependemos do governo do Estado. Quando chegarem, anunciaremos. É assim, vacinando a nossa população e cumprindo rigidamente com os protocolos sanitários, que vamos vencer o coronavírus. Precisamos da colaboração de todas as pessoas, inclusive das vacinadas. É preciso intensificar o uso da máscara, do álcool gel e o isolamento social. Conto com a apoio da comunidade”, concluiu.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.