Lira avisa que levará à votação pelo plenário da PEC do voto impresso e defende preservação da democracia

Em pronunciamento nesta sexta-feira (6), o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) informou que a PEC do voto impresso, rejeitada na Comissão Especial da Câmara, será votada por todos os deputados em plenário.

Segundo ele, “deputados eleitos pela urna eletrônica serão juízes da disputa”.

Ele rechaçou que o movimento ameace a democracia e afirmou que não fará parte de nenhum rompimento institucional. “A Câmara dos Deputados é a Casa mais democrática, onde o voto livre reverbera sempre a vontade popular”, disse. “Essa é uma decisão coerente com minha trajetória de homem público que não foge ao debate”.

Lira disse ainda que não devem contar com ele para movimentos que maculem a independência entre os poderes. “Estou atento 24 horas. Todo o tempo. Quero deixar claro que seguirei pelo caminho da institucionalidade, da democracia”.

Confira a íntegra de sua fala, em vídeo e texto:

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.