Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Brasil & Mundo

PSDB avalia punir deputados que votaram a favor do voto impresso

Published

on

Após 14 dos 32 deputados federais do PSDB terem votado a favor da PEC do voto impresso na terça-feira (10), integrantes da cúpula do partido querem punir quem não seguiu a orientação da bancada de votar contra a proposta, informa a CNN Brasil. Entre os tucanos, 12 votaram contra o texto, cinco não votaram e um, Aécio Neves, se absteve.

A intenção é fazer doer “no bolso” dos deputados que traíram a orientação partidária. A punição seria realizada no momento do financiamento de campanha eleitoral, quando os deputados que seguiram o partido receberiam mais recursos.

Antes da votação de ontem, a direção da legenda se reuniu e decidiu fechar questão contra a proposta de Bia Kicis, defendida por Jair Bolsonaro. Isso significa que os deputados poderiam ser até expulsos do partido por “justa causa”, e o PSDB continuaria sendo “dono” do mandato.

Entre os que deram seu aval ao voto impresso, relata o jornal paulistano, está Lucas Redecker (RS), que coordena a campanha de Eduardo Leite nas prévias tucanas que definirão o candidato do partido à Presidência em 2022.

“Se a Executiva não tomar providências, o partido vai ser desmoralizado. Esses deputados descumpriram uma cláusula estatutária. O PSDB deve expulsá-los imediatamente e pedir o mandato”, disse o presidente do PSDB paulistano, Fernando Alfredo.

Click to comment

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Puro prazer