Connect with us

Brasil & Mundo

O Globo desanca PSDB por falha na prévia e por aliança com Bolsonarismo e Centrão

“Difícil imaginar que Doria ou Leite possam se engajar na campanha daquele que for o escolhido do partido”

Publicado

on

Jornal O Globo publica nesta segunda, 22:

“Em meio ao vexame com o aplicativo de votação das prévias tucanas, não há dúvidas de quem foi o maior perdedor: o próprio PSDB. A sigla, que quer protagonizar a construção da terceira via, para além da polarização entre Bolsonaro e Lula, fragilizou mais sua imagem.”

“O partido, que chegou duas vezes à presidência da República, terminou o domingo incapaz de organizar suas próprias prévias. Nos últimos anos, contrariou suas bandeiras históricas e a orientação de seu presidente, se alinhando repetidamente ao bolsonarismo e ao Centrão.”

“Depois de tanta confusão ontem e de tucanos da velha guarda ficarem ruborizados com o que viam, fazer previsões sobre como terminarão estas prévias tucanas requer uma bola de cristal. Certo é que se ampliou ainda mais o fosso entre as candidaturas dos governadores João Doria e Eduardo Leite, cujos grupos se digladiam nos bastidores e se distanciam cada vez mais de qualquer perspectiva futura de unidade partidária.”

“Difícil imaginar que Doria ou Leite possam se engajar na campanha daquele que for o escolhido do partido. Tucanos experientes avaliam que a equipe do vencedor teria que incorporar parte da do rival para se virar a página. Em que pese o tamanho da máquina do governo de São Paulo e o peso no colégio eleitoral, pois Doria já larga de um patamar de 35% de presumíveis votos, o entorno do gaúcho reclama nos bastidores que o governador paulista jogou sujo para vencer a qualquer custo. E Leite, em caso de derrota, já avalia estudar no exterior.” 

***

Publicidade

Dos 44 mil eleitores cadastrados, apenas 3.500 conseguiram votar no aplicativo das prévias.

Publicidade
Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Brasil & Mundo

Covid-19: Anvisa inclui eventos adversos graves em bula de medicamento

Problemas foram detectados no tratamento de pacientes com artrite

Publicado

on

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta sexta-feira (3) a inclusão de eventos adversos graves na bula do medicamento Olumiant (baricitinibe), da empresa Eli Lily do Brasil.

Segundo a Anvisa, a alteração na bula inclui a adição da advertência de precaução para ocorrência de eventos cardiovasculares adversos maiores e a atualização sobre a ocorrência de tromboembolismo venoso e malignidade, incluindo linfoma.

De acordo com a agência, os eventos adversos foram identificados com base em estudo clínico e em estudo de coorte retrospectivo que avaliou pacientes em tratamento para artrite reumatoide.

“Os prescritores devem considerar esses dados ao avaliar os benefícios e os riscos do tratamento com baricitinibe para cada paciente”, destacou.

Continue Reading

Brasil & Mundo

STF suspende julgamento que proíbe demissão de não vacinados

A análise da portaria foi iniciada ontem em plenário virtual

Publicado

on

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o julgamento da decisão que suspende a vigência de dispositivos da Portaria 620 do Ministério do Trabalho, que proibiu a demissão do trabalhador que não tiver tomado vacina contra a covid-19. A análise foi iniciada ontem (2) e estava prevista para durar uma semana no plenário virtual.

No dia 12 de novembro, o ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso, atendeu ao pedido feito por partidos de oposição e suspendeu o dispositivo que proibia a exigência de comprovante de vacinação na contratação ou para continuidade do vínculo de emprego. Além disso, também ficou suspensa a parte da norma que considerou prática discriminatória a solicitação do cartão de vacinação e a demissão por justa causa pela falta do documento.

O caso foi levado para julgamento no plenário virtual, modalidade na qual os ministros depositam os votos eletronicamente, sem necessidade de reunião presencial. Após o relator e os ministros Alexandre de Morares, Edson Fachin e Cármen Lúcia votarem a favor da suspensão, o ministro Nunes Marques pediu destaque do processo, e o julgamento prosseguirá no plenário presencial. A data da retomada não foi definida.

Antes da decisão do Supremo, a norma do Ministério do Trabalho considerava que constitui “prática discriminatória a obrigatoriedade de certificado de vacinação em processos seletivos de admissão de trabalhadores, assim como a demissão por justa causa de empregado em razão da não apresentação de certificado de vacinação”.

Continue Reading

Brasil & Mundo

Pesquisa Sensus dá Lula com 42%

Na pesquisa espontânea, a vantagem diminui um pouco

Publicado

on

Pesquisa Sensus/IstoÉ, divulgada na manhã desta sexta (3), confirma outras pesquisas e dá o ex-presidente Lula na liderança das intenções de voto.

O petista aparece com 42,6%, enquanto Bolsonaro, recém filiado ao Partido Liberal, tem 24,2%. A pesquisa foi realizada entre os dias 24 e 28 de novembro.

O ex-juiz e ex-ministro de Bolsonaro, Sérgio Moro (Podemos), está em terceiro lugar, com 7,5%, seguido por Ciro Gomes (PDT), que tem 5,3%, e João Doria (PSDB), com 1,8%. 2,8% dos entrevistados disseram pretender votar em outros candidatos.

Na pesquisa espontânea, a vantagem diminui um pouco. O ex-presidente é citado por 33,6% das pessoas e Bolsonaro por 21,5%. 38% do eleitorado se disse “indefinido”. Além disso, 61,9% dos eleitores dizem que, se tivesse outra opção, não votariam em nenhum dos dois.

Segundo turno

No levantamento sobre o segundo turno, Lula vence em todos os cenários que participou (contra Bolsonaro, contra Doria e contra Moro).

O único cenário em que Bolsonaro venceria seria contra o governador de São Paulo. Ele perderia, em um eventual segundo turno, para Lula, Ciro e Moro.

Publicidade

Continue Reading



Publicidade
Publicidade

Mais lidas em três dias