http://www.marvelsul.com.br/site/content/home/
  • UFPel abre mais 56 leitos de urgência e emergência

    A partir de terça (23), o Hospital Escola da UFPel passa a oferecer 56 novos leitos para urgência e emergência, destinados a pacientes de clínica médica, pneumologia, gastroenterologia, endocrinologia, cardiologia e reumatologia. 

    Segundo a direção, com o acréscimo, a oferta chegará ao total de 170 leitos SUS. A UFPel dá atendimento a mais 170 leitos residenciais - nas casas dos doentes, todos SUS. 

    "Essa ampliação contribuirá para desafogar a grande demanda por leitos de urgência e emergência em toda a região, mas possibilitará a qualificação e formação de profissionais de Saúde”, afirmouo reitor Mauro del Pino. A inauguração das novas alas ocorre às 11h, no auditório do Hospital Escola.

  • www.pelotas.com.br

    Leite anuncia pacote de medidas para qualificar e melhorar o trânsito

    O prefeito Eduardo Leite anunciou nesta sexta (19) uma série de ações destinada a melhorar o trânsito da cidade, conhecido por acumular problemas há muitos anos. Em grande parte os problemas no setor pioraram em virtude do crescimento do crédito nos bancos e o aquecimento do mercado de consumo de automóveis por isenção de impostos, em contraposição à capacidade do poder público de atender as demandas da sociedade por maior mobilidade e segurança.

    Prefeito, durante anúncio do pacote

    Abaixo, notícia publicada no site da Prefeitura:

    Pelotas terá semáforos com “onda verde”, mais 40 agentes de trânsito, cem novos abrigos do transporte coletivo e mais seis veículos para fiscalização.

    Na abertura oficial da Semana da Mobilidade na tarde desta sexta-feira (19/9/2014), no Paço Municipal, o prefeito Eduardo Leite anunciou diversas ações do Programa Cidade Bem Cuidada que irão contribuir para a qualificação de Pelotas em relação à circulação dos cem mil cidadãos que usam o transporte coletivo e dos 150 mil veículos particulares que trafegam na cidade.

    “Desde o início do governo estamos trabalhando e planejando mudanças para qualificar a cidade e hoje temos o prazer de anunciar ações concretas que irão melhorar o dia-a-dia das pessoas”, declarou o prefeito.

    As ações envolvem a implantação de novo sistema de semáforos informatizados, em 35 cruzamentos do Centro da cidade, com tecnologia que irá permitir a sincronização dos sinais - “onda verde” - e o controle do tempo do sinal de acordo com o fluxo de veículos. Os novos equipamentos estão sendo adquiridos com recursos do Estacionamento Rotativo, na ordem de R$ 1 milhão.

  • A ignorância de Dilma, segundo Ricardo Noblat

    Dilma Rousseff

    Guardem este frase de Dilma dita, hoje, em Brasília durante encontro com um grupo de jornalistas:

    - Não é função da imprensa fazer investigação e sim divulgar informações.

    Era razoável imaginar que uma figura pública, ainda mais um presidente, tivesse o mínimo de conhecimento do que seja jornalismo. E de como funciona a imprensa. Mas, não.

    Dilma estava particularmente irritada com jornalistas que perguntaram sobre as revelações feitas por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, a propósito da corrupção na empresa.

    Ao dizer que pedira à Polícia Federal acesso às confissões de Paulo Roberto, e que isso lhe fora negado pela Procuradoria Geral da República, Dilma mostrou-se inconformada. Foi quando cometeu a frase.

    Quanta ignorância!

  • Uma explicação possível para Tarso ter raspado bigode

    Ana Amélia e Tarso Genro

    Há uma curiosa semelhança de biotipo entre a candidata Ana Amélia (PP) e Tarso Genro (PT). Mesmo o óculos é semelhante.

    Nossa colega Vivi brinca com o assunto. Para ela, Tarso, lá atrás, prevendo dificuldades na campanha, raspou o bigode na tentativa de que o eleitor o confunda com Ana Amélia e deposite o voto nele.

    Na última pesquisa Datafolha, Ana tem 37% das intenções de voto. Tarso, 27%. No segundo turno, segundo o mesmo instituto, Ana vence Tarso por 48% a 34%.

  • Relatório da CPI da Fernando Osório responsabiliza Prefeitura e Consórcio por defeitos na obra

    Fernando Osório

    O relatório final da CPI que investigou as obras de pavimentação da Avenida Fernando Osório e de construção da ciclovia, no valor de R$ 8,5 milhões, foi aprovado, nesta quinta (18), por unanimidade. A obra foi realizada no governo Fetter Jr. (PP).

    O site da Câmara informa que o documento será entregue ao presidente do Legislativo, Ademar Ornel, para encaminhamento ao Ministério Público Estadual, onde já tramitam dois processos da Prefeitura contra o Consórcio SP, que realizou as obras.

    O relatório seguirá ainda ao Ministério Público Federal, porque os recursos empreendidos foram destinados pelo governo federal, e ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, para avaliar possíveis desvios de conduta e ao Tribunal de Contas do Estado , diz o site da Câmara.

  • Costa diz em delação premiada que recebeu propina de R$ 1,5 milhão na compra de refinaria de Pasadena

    O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa contou a investigadores da Polícia Federal e do Ministério Público que recebeu R$ 1,5 milhão de propina de um esquema de corrupção relacionado à compra pela Petrobras da refinaria de Pasadena, nos EUA, informou nesta quinta-feira (18) o Jornal Nacional.

    A primeira fase dos depoimentos de Costa a policiais federais e procuradores com base em um acordo de delação premiada terminou na semana passada. 

    Paulo Roberto Costa decidiu colaborar com as investigações na expectativa de obter redução da pena.

  • Dilma: "Eu tenho muitos negros no segundo escalão"


    O vídeo acima contém trecho de entrevista concedida por Dilma Rousseff, em Minas Gerais, dia 13 passado. Achei que só eu tivesse achado estyranha a fala de Dilma. Mas começa a pipocar nas redes sociais a face "grotesca e reveladora" de sua fala. (RF)

  • Eleições: os petistas lutam pelo emprego

  • Contrato com Falconi é sombra negra sobre Leite

    Rubens Filho

    Vereadores ouviram nesta quarta (17), outra vez, representante da Prefeitura que responde oficialmente pelo contrato sem licitação com firma Falconi, suspenso pelo TJ-RS e que, até aqui, causou prejuízo de quase R$ 1 milhão aos cofres da cidade

    Eduardo Leite: decisão polêmica e derrubada pela Justiça gaúcha
    Última atualização: às 22h18 de 18/09/2014

    O caso da contratação da consultoria mineira Falconi continua pairando como sombra negra sobre a administração do prefeito de Pelotas, Eduardo Leite (PSDB). 

    Sem discutir o contrato com a sociedade, sequer com a comunidade escolar e acadêmica, o tucano anunciou - de repente - no começo deste ano, a contratação da firma. Sem fazer licitação pública, pela quantia de R$ 2,2 milhões, por um ano de serviços. 

    Oficialmente o objetivo anunciado foi o de melhorar um pouco o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do Município, medido pelo Ministério da Educação. Pelotas tinha e segue tendo um dos piores Ideb do RS e do Brasil.

    Detalhes: a Falconi é presidida por um pelotense, Mateus Bandeira. Já a pessoa que ofereceu a consultoria ao prefeito foi Cláudio Gastal, chileno criado e educado em Pelotas e um dos braços direitos do empresário Jorge Gerdau. Já Gerdau é identificado pela imprensa nacional e pelo próprio Vicente Falconi (proprietário da Consultoria homônima) como amigo de longa data de Vicente. Gerdau chegou a presidir a Falconi.

  • Outra vez Dilma tenta enganar o eleitor: agora em relação aos benefícios trabalhistas

    Rubens Filho

    Dilma segue tentando enganar o eleitor. Pensa que as pessoas são burras. Pelo visto, torce por isso... ela e seu marqueteiro João Santana, aquele que dizia que a patroa venceria no primeiro turno, deixando para trás uma fila de adversários anões.

    Depois de mentir que Marina iria "acabar com o bolsa-família, o Minha Casa, Minha Vida e que governaria para os banqueiros", agora a presidente diz: “Décimo terceiro, férias e hora extra não se mudam nem que a vaca tussa”. Ela falou isso nesta quarta (17), tentando vender a ideia de que Marina poderia acabar com aqueles benefícios.

    Não passa de outra tentativa deslavada de confundir e mentir.

    Marina, como Dilma, é a favor da manutenção daqueles benefícios trabalhistas. Até porque são direitos adquiridos na lei.

  • Marina reduz distância para Dilma no 1º turno e aumenta liderança em dois pontos no 2º turno

    Nova pesquisa Ibope, divulgada na noite desta terça (16), no Jornal Nacional, mostra a presidente Dilma na liderança no primeiro turno. Ela tem 36%, Marina, 30% e Aécio, 19%.

    Em relação à pequisa Ibope da semana passada, Dilma perdeu 3 pontos (tinha 39%). Marina perdeu um ponto (tinha 31%). Já Aécio cresceu quatro pontos, passando de 15% para 19%.

    Brancos e nulos foram 7%. Não souberam ou não responderam, 6%.

    A diferença entre Marina e Dilma caiu 2 pontos, de 8 para 6.

    No segundo turno, Marina manteve 43% de intenções de voto. Dilma perdeu dois pontos, caindo de 42% para 40%.

  • Em vídeo emocional, Marina responde a Dilma: "Fique ciente, não vou acabar com o bolsa-família..."


    Atualizado às 20h40 de 16/09/2014

    Vídeo foi ao ar na propaganda eleitoral desta terça (16). 

    É o primeiro programa de forte apelo emocional da campanha de Marina e se destina a combater as mentiras e calúnias que vêm sendo propagadas pela campanha de Dilma Rousseff, tentando assustar parte do eleitorado brasileiro. 

    Marina tem 2 minutos na propaganda eleitoral de tevê. Dilma, 12 minutos.

  • Um país, três olhares

    Montserrat Martins

    Os candidatos são Aécio, Dilma e Marina, mas seus modos de olhar o mundo foram "inventados" por Smith, Gramsci e Castells, entre outros predecessores.

    Adam Smith

    Quem apoia Aécio confia nos mercados, deseja um "Estado mínimo" e é a favor de privatizações, ideias que remontam à consagrada obra de Adam Smith no século XVIII e sua crença na "mão invisível do mercado", ou seja, que estes se regulam sozinhos e portanto não requerem a interferência do Estado na Economia. Esse olhar sobre o mundo você encontra com alguma sutileza na Rede Globo e nenhuma na Revista Veja, abertamente anti-petista. A figura de um heróico Presidente liberal chegou a ser protagonizado na Globo por um ator com fisionomia que lembra a do próprio Aécio, na minissérie "O Brado Retumbante".

    Gramsci

    Quem apoia Dilma confia no papel decisivo do Estado na sociedade, cuja hegemonia é disputada entre as classes socioeconômicas, com a mediação do governo. Essa concepção de governo de esquerda representa um conjunto de forças heterogêneas entre si, mas com a estratégia de Antonio Gramsci de disputa por todos os espaços possíveis, em todas as áreas do Estado, da sociedade e da cultura. As alianças com setores conservadores são consideradas um ônus estratégico para manutenção no poder com a finalidade de desenvolver as políticas públicas de interesse da classe trabalhadora, num avanço gradativo de busca da hegemonia de classe. Você encontra essa forma de ver o mundo na internet, na Rede Brasil Atual, mantida pela CUT paulista e reproduzida por milhares de blogueiros, portanto uma verdadeira Rede Globo Gramsciniana. Pode ver na revista Carta Capital e no livro de André Singer sobre “Os sentidos do Lulismo”, que explica não só as alianças do governo como também a mudança da primeira para a "segunda alma" do PT.

    Noam Chomsky

    Quem apoia Marina se identifica com uma nova visão de mundo que vê "o descolamento das bordas do centro" do poder político, ou seja, o sentimento de exclusão de amplos setores da sociedade dos processos políticos realizados em seu nome, na "democracia representativa". Com o stalinismo criando uma nova casta, a burocracia estatal – na Rússia, China e outros países – o Estado substituiu o capitalista privado (Capitalismo de Estado), com um trabalhador do estado "socialista" chinês vivendo em condições piores que a dos americanos. Proudhon já contestara Marx (confira "Burocracia e Autogestão", de F. C. Prestes Motta) e mais recentemente Noam Chomsky apontou que no século XXI temos todos os recursos técnicos e materiais para a construção de uma democracia liberta das instituições autoritárias, sejam estatais ou privadas. Marina chama de "ativismo autoral" o protagonismo pessoal e de muitos "núcleos vivos" da sociedade na luta pela mais ampla cidadania, o que Manuel Castells descreve em "Redes da indignação e da esperança". O site do partido Rede Sustentabilidade mostra seus Estatutos inovadores como instrumentos para uma nova política. Não há uma revista nacional impressa, há livros de professores da USP sobre os novos desafios do século XXI, tais como "Mundo em Transe", do economista José Eli da Veiga, sobre a sustentabilidade, e a “História do Brasil” de Bóris Fausto com capítulos sobre clima, energia e as polêmicas entre Dilma e Marina. Em contraste com Smith, do século XVIII, e com Gramsci, do início do século XX, o projeto de desenvolvimento sustentável também crítica a chamada "velha política" do autoritarismo tanto da direita quanto da esquerda tradicional, tidas como incapazes de responder aos desafios do futuro.

  • Entre o desencanto e esperança, fico com Marina

    Rubens Filho

    Entre amigos, não levamos a sério demais a política no Brasil. Ainda não caímos no niilismo, mas já não temos demasiadas esperanças no ser humano, contraditório e precário que é.

    A política no País exacerba contradições, embaralha e confunde seus personagens, nivelando-os por baixo.

    Marina

    Veja o que o PT está fazendo à Marina Silva nos seus prevalecidos 12 minutos de propaganda eleitoral. Desculpe-me quem pensa o contrário, mas acho repugnante o bombardeio de mentiras e calúnias destinado exclusivamente a manter no poder (e nos 22 mil cargos públicos; ou 20 mil ou 25 mil, como já li) o grupo que aí está há 12 anos. 

    Sonho viver num Brasil onde alternância de poder seja natural e eleição não seja “guerra”, como na Suécia (veja aqui). Mas talvez seja pedir demais hoje, no Brasil, regras semelhantes às suecas.

    Gosto muito do provérbio que diz que "as pessoas só merecem aquilo a que podem renunciar". Com frequência eu o invoco - e faço-o de novo, para protestar contra a ferocidade com que Dilma e o PT vêm se lançando contra Marina (se fosse outro adversário perigoso, fariam o mesmo). 

    Ao adotar essa postura belicosa, eles mostram que não são capazes de renunciar ao poder. Donde concluo: "Se estão viciados no poder, não o merecem".

  • Autonomia e Independência do Banco Central, qual a diferença?

    Marcos Macedo

    Sede do Banco Central do Brasil

    Dilma é a favor da autonomia e contra a independência do BC. Marina é a favor da independência.

    Dilma nunca defendeu a proposta de independência, que Marina agora propõe. 

    Marina não propõe autonomia, mas algo mais radical: independência.

    Independência do Banco Central significa que o presidente do BC tem mandato e não pode ser demitido pelo presidente da República. A proposta da Marina é que esse mandato seja desencontrado com o mandato presidencial.

<
123...140
>