Connect with us

Brasil & Mundo

Virgílio chama Leite de “pessoa mimada”

Publicado

on

Em entrevista ao Painel da Folha, neste domingo, 21, Arthur Virgílio acusou Eduardo Leite de tentar melar as prévias. O ex-prefeito de Manaus o governador gaúcho e Aécio Neves pelo fracasso das prévias, adiadas depois de falha no aplicativo de votação. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, Virgílio diz que se aproximou de João Doria nessa reta final porque “ele quer fazer as prévias, [enquanto] os outros querem melar. Visivelmente”. Virgílio diz que Leite quer adiar as prévias; Leite diz que não.

Falou ainda que ele e Doria tinham planejado uma coletiva para as 18h — vetada pela cúpula do PSDB por que dela não faria parte o governador gaúcho. Virgílio não gostou.

“Leite vem com história, bota dificuldade. Ele se transformou em uma pessoa mimada. 2022 significa não fazer, né? Quer levar para uma convenção para fazer uma maioria fácil. Quer excluir o povo do processo decisório. Botar para fevereiro é querer misturar prévia com convenção partidária. Aí a direção diz que é melhor não fazer, faz uma convenção. Frustra as prévias, desmoraliza o partido. Ele acha que ganha assim”.

“Ele é mentiroso, disse que queria em fevereiro, agora diz que quer deixar votando. Esse cara é completamente analfabeto político. É uma clara resposta à aproximação dele ao Aécio Neves, que não bota cara, não vai a lugar algum, e ao mesmo tempo fica dando ordens para os acólitos dele. Aécio não vai a qualquer lugar com aglomeração. Como seria recebido? Com vaia. Foi vaiado na convenção do PSDB de 2018”.

***

Dos 44 mil eleitores cadastrados, apenas 3.500 conseguiram votar no aplicativo das prévias.

Publicidade

Publicidade
Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Brasil & Mundo

MPF reconhece prescrição de caso do tríplex contra Lula

Os advogados de Lula afirmam que o pedido de arquivamento apresentado pelo MPF “deve pôr fim ao caso

Publicado

on

O Ministério Público Federal reconheceu, na segunda-feira (6), a prescrição do caso envolvendo o ex-presidente Lula na denúncia relacionada ao tríplex no Guarujá.

O MPF afirma que “a pretensão punitiva estatal encontra-se prescrita para Luiz Inácio Lula da Silva” a partir da queda pela metade do tempo de prescrição que a Constituição prevê para investigações de crimes contra pessoas que tenham 70 anos ou mais.

A idade do presidente, hoje com 76 anos, inviabiliza a apresentação de uma nova denúncia.

Em carta, os advogados de Lula afirmam:

“O pedido de arquivamento apresentado pelo MPF “deve pôr fim ao caso, que foi construído artificialmente a partir do conluio do ex-juiz Sérgio Moro e do ex-procurador Deltan Dallagnol para prender o ex-presidente Lula e retirá-lo das eleições de 2018”.

Lula foi condenado por supostamente ter recebido benefícios relacionados a reforma de um tríplex na cidade do Guarujá, que foi atribuído à posse do ex-presidente. Segundo a denúncia, a reforma do apartamento foi paga como parte de um esquema de corrupção envolvendo a Petrobras e construtoras.

Publicidade

Lula foi condenado em primeira instância pelo então juiz Sergio Moro e, em seguida, teve sua condenação mantida pelo STJ e pelo Supremo. Em abril de 2021, o STF reverteu a decisão e validou a suspeição e incompetência de Moro para julgar o caso.

O Supremo anulou todos os atos de Moro, incluindo a fase pré-processual, o que exigiria uma nova denúncia.

Com a prescrição, porém, o MPF não pode solicitar nova investigação sobre o tríplex e o caso está arquivado.

Continue Reading

Brasil & Mundo

Ômicron: remédio da GSK-Vir funciona contra mutações, diz estudo

Publicado

on

A farmacêutica britânica GSK informou, nesta terça-feira (7), que sua terapia contra a covid-19 baseada em anticorpos, desenvolvida em parceria com a norte-americana Vir Biotechnology, é eficaz contra todas as mutações da nova variante Ômicron do coronavírus. A empresa citou novos dados de estudo em estágio inicial.

Os dados, que ainda serão publicados em um periódico médico sujeito ao crivo da comunidade científica, mostram que o tratamento da empresa, batizado de sotrovimab, funciona contra todas as 37 mutações identificadas até o momento na proteína spike da variante Ômicron, disse a GSK em comunicado.

Na semana passada, outros dados pré-clínicos mostraram que o remédio funcionou contra mutações cruciais da Ômicron. O sotrovimab foi concebido para se ater à proteína spike na superfície do coronavírus, mas foi descoberto que a Ômicron tem um número anormalmente alto de mutações nessa proteína.

“Esses dados pré-clínicos demonstram o potencial de nossos anticorpos monoclonais serem eficazes contra a variante mais recente, Ômicron, além de todas as outras variantes preocupantes definidas até o momento pela Organização Mundial da Saúde”, disse o chefe científico da GSK, Hal Barron.

A GSK e a Vir estão criando em laboratório os chamamos pseudovírus, que contêm importantes mutações do coronavírus de todas as possíveis variantes que já surgiram, e então realizam testes sobre sua vulnerabilidade ao tratamento sotrovimab.

Publicidade
Continue Reading

Brasil & Mundo

Banco do Brasil faz mutirão de renegociação de dívidas

Também será possível descontos nas taxas de juros e prazo de até 100 meses

Publicado

on

O Banco do Brasil (BB) começa nesta segunda-feira (6) um mutirão de negociação de dívidas que vai até o dia 17 de dezembro, com descontos de até 95% para pagamento à vista das dívidas vencidas. Também será possível descontos nas taxas de juros e prazo de até 100 meses para renegociação a prazo de operações vencidas, conforme o banco.

“As condições estão disponíveis para mais de 3,5 milhões de clientes – pessoa física, produtor rural e pessoa jurídica, que possuam dívidas inadimplidas oriundas de operações de crédito pessoal, cartão de crédito, cheque especial e outras”, diz nota da instituição financeira.

Para fazer a negociação os clientes podem procurar as agências do banco também os canais digitais: internet, App, WhatsApp (61-4004-0001) e pela Central de Atendimento (4004-001/ 0800 729 0001). 

Segundo a gerência executiva da Unidade Cobrança e Reestruturação de Ativos Operacionais do BB, o mutirão de renegociação “visa proporcionar aos nossos clientes a possibilidade de renegociar suas dívidas, para começar 2022 tranquilo, além de incentivar a educação e planejamento financeiro pessoal e contribuir para a retomada da economia”.

Continue Reading



Publicidade
Publicidade

Mais lidas em três dias